Mercado fechará em 3 h 56 min
  • BOVESPA

    121.933,08
    0,00 (0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.830,00
    +89,85 (+0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,83
    -0,08 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.846,70
    -8,20 (-0,44%)
     
  • BTC-USD

    39.566,18
    +1.172,59 (+3,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    748,42
    +43,80 (+6,22%)
     
  • S&P500

    3.822,26
    +12,42 (+0,33%)
     
  • DOW JONES

    31.207,53
    +147,06 (+0,47%)
     
  • FTSE

    6.782,77
    +37,25 (+0,55%)
     
  • HANG SENG

    28.496,86
    +261,26 (+0,93%)
     
  • NIKKEI

    28.698,26
    +241,67 (+0,85%)
     
  • NASDAQ

    12.977,75
    +5,50 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3934
    -0,0477 (-0,74%)
     

COVID: Anvisa alerta sobre vacinas falsas vendidas na web e pede denúncias

Natalie Rosa
·1 minuto de leitura

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou uma nota na última terça-feira (12) sobre a suposta venda de vacinas falsas contra a COVID-19 na internet. De acordo com a publicação, disponível no site oficial do órgão, o produto falsificado está sendo oferecido às pessoas através de sites e redes sociais.

"Alguns desses criminosos prometem, inclusive, entregar o produto depois de registrado no Brasil. A Polícia Civil investiga os casos", diz a Anvisa, que ressalta que, até então, não há qualquer vacina contra o coronavírus registrada ou que esteja autorizada para o uso no Brasil de forma emergencial.

<em>Imagem: Reprodução/Willfried Wende</em>
Imagem: Reprodução/Willfried Wende

Sendo assim, sem essas autorizações que são emitidas pela própria Anvisa, nenhum medicamento ou vacina tem a permissão de ser comercializado, uma vez que pode apresentar riscos à saúde. Além disso, uma vez que qualquer vacina seja aprovada, somente empresas certificadas pelo órgão e com licença da autoridade sanitária local poderão fazer a fabricação, importação, comercialização e distribuição das doses, assim como a sua aplicação.

"Atenção, consumidores! A falsificação de medicamentos pode ocasionar danos irreversíveis à saúde, podendo levar a óbito, uma vez que não é possível verificar a segurança, a qualidade e a eficácia desses produtos", alerta a Anvisa.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária pede ainda que a população denuncie os casos de falsificação das vacinas, através deste link da ouvidoria.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: