Mercado fechará em 1 h 6 min
  • BOVESPA

    120.989,03
    +1.068,42 (+0,89%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.252,79
    +317,88 (+0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,84
    +0,13 (+0,20%)
     
  • OURO

    1.831,20
    +15,50 (+0,85%)
     
  • BTC-USD

    57.977,97
    +2.014,82 (+3,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.496,37
    +60,59 (+4,22%)
     
  • S&P500

    4.230,18
    +28,56 (+0,68%)
     
  • DOW JONES

    34.752,13
    +203,60 (+0,59%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.685,25
    +87,50 (+0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3519
    -0,0147 (-0,23%)
     

COVID-19 | São Paulo volta para fase vermelha na próxima segunda (12)

Nathan Vieira
·2 minuto de leitura

Nesta sexta-feira (9), durante uma coletiva de imprensa, o Governo do Estado de São Paulo anunciou que na próxima segunda-feira (12) volta para a fase vermelha, que dura pelo menos até o domingo (18). A mudança é uma resposta ao pequeno declínio na taxa de internação nas unidades de terapia intensiva (UTIs).

A fase vermelha significa o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes públicas e privadas e a abertura de alguns serviços essenciais. Segundo o governo, a rede estadual retoma no próximo dia 14. Competições esportivas podem voltar a partir deste sábado (10), mas sem torcedores.

No entanto, a fase proíbe cultos religiosos presenciais, recomenda home office e escalonamento de horários alternados para os setores de serviços, do comércio e da indústria. Além disso, haverá o toque de recolher das 20h às 5h. "Essa medida que foi tomada hoje pela manhã através do diálogo com o centro de contingência, com a equipe do secretariado e o governador João Doria, mostra claramente que a medida tomada na fase emergencial, o esforço feito nas últimas semanas, começa a dar resultados", anunciou o vice-governador Rodrigo Garcia.

Por causa da redução na ocupação de UTIs nesta pandemia de COVID-19, o Estado de São Paulo volta para fase vermelha (Imagem: Pete Linforth/Pixabay)
Por causa da redução na ocupação de UTIs nesta pandemia de COVID-19, o Estado de São Paulo volta para fase vermelha (Imagem: Pete Linforth/Pixabay)

"O centro de contingência está discutindo a situação. De fato felizmente conseguimos uma desaceleração, já há esses indicadores de melhora e que devem prosseguir. Estamos discutindo a necessidade da extensão ou não da fase emergencial, isso vai ser feito até sexta-feira. É bem provável que nós continuemos com níveis de restrição que temos hoje por mais algum tempo, mas vamos aguardar os próximos dias", disse o médico Paulo Menezes, do comitê de contingência.

De acordo com o governo, as medidas provocaram a remoção temporária de 4 milhões de pessoas de circulação nas cidades. Vale observar que nesta semana, o estado registrou novo recorde de mortes em 24 horas: foram 1.389 na terça-feira (6). Na quinta (8), São Paulo ultrapassou a marca de 80 mil mortes desde o início da pandemia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: