Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.715,95
    -139,28 (-0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

A Covid-19 pode realmente ser comparada com a gripe?

·2 minuto de leitura
A Covid-19 pode realmente ser comparada com a gripe?
A Covid-19 pode realmente ser comparada com a gripe?

Desde seu surgimento, a Covid-19 é muito comparada com a gripe, principalmente pelas doenças possuírem sintomas parecidos. No entanto, após mais de um ano da presença da Covid-19 no mundo, essa comparação continua a fazer sentido?

Uma gripe comum é uma doença que qualquer pessoa pode contrair e os tratamentos são fornecidos apenas aos pacientes que podem apresentar infeções mais graves e outros efeitos colaterais, como a pneumonia.

Representação gráfica do SARS-CoV-2
Imagem: Kateryna Kon/Shutterstock

E em anos comuns, segundo o Medical Xpress, cerca de 400 mil pessoas morrem em decorrência de doenças relacionadas com a gripe. Enquanto em pouco mais de um ano de existência, a Covid-19 já levou à óbito mais de 4 milhões de pessoas e infectou aproximadamente outras 180 milhões.

As duas doenças podem até ter sintomas comuns, como dor no corpo, febre e tosse, no entanto, não se sabe quais os verdadeiros efeitos de um caso grave da Covid-19 e quão duradouros podem ser seus sintomas, tampouco quais as reais consequências para a vida dos pacientes que contraíram uma forma mais grave da doença.

Já uma gripe comum, por exemplo, possui efeitos colaterais de baixa duração.

E, se não bastasse tantas diferenças e semelhanças, a prevenção para as duas doenças são basicamente as mesmas. Entretanto, a Covid-19 é muito mais infecciosa e é possível notar isso observando a quantidade dos casos de gripe dos últimos 18 meses.

Grande parte das pessoas passaram a seguir os protocolos de prevenção da Covid-19 de maneira rigorosa, o que levou os casos de gripe à despencarem, mas os diagnósticos positivos da Covid continuaram a crescer.

O vírus da Covid-19 e gripe

Quando comparamos os vírus responsáveis pela Covid-19 e pela gripe podemos notar que ambos não são capazes de gerar sintomas em todas as pessoas. Cerca de 20% das pessoas diagnosticadas com o SARS-CoV-2 não apresentaram sintoma algum, por exemplo.

Leia também!

E com tantas diferenças, é possível voltar a questionar, a Covid-19 pode ser comparada à gripe? E a resposta é não, pois uma doença é muito mais grave que a outra e possuí consequências ainda desconhecidas.

E não há como comparar o controle para as duas doenças, já que se pensarmos que devemos nos proteger do novo coronavírus como nos protegemos de uma simples gripe estaremos colocando a saúde em risco.

No sentido da prevenção da Covid-19 no futuro próximo, faria até mais sentido pensarmos no norovírus, que também é infeccioso e possuí sintomas parecidos, porém, quando constatado em um diagnóstico é pedido que a pessoa seja afastada de suas atividades públicas, como, por exemplo, a escola.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos