Mercado fechado
  • BOVESPA

    126.285,59
    +1.673,56 (+1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.344,11
    +433,58 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,41
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.808,00
    +8,30 (+0,46%)
     
  • BTC-USD

    39.929,76
    +477,90 (+1,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,85
    +4,92 (+0,53%)
     
  • S&P500

    4.400,64
    -0,82 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    34.930,93
    -127,59 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.987,00
    -24,50 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0666
    +0,0081 (+0,13%)
     

Covid-19 pode estar matando milhares de crianças no Brasil sem diagnóstico

·2 minuto de leitura
Covid-19 pode estar matando milhares de crianças no Brasil sem diagnóstico
Covid-19 pode estar matando milhares de crianças no Brasil sem diagnóstico

O Brasil pode ter tido um número muito maior de mortes de crianças por Covid-19 do que o relatado oficialmente. De acordo da organização global de saúde Vital Strategies, que trabalha em mais de 70 países ao redor do mundo, o país teve um número grande de subnotificação.

A organização analisou os registros e viu que em 2020 o país teve um número bem maior de crianças mortas com síndrome respiratória aguda grave, uma alta de 2.975 mortes, quando comparado com 2018 e 2019. Oficialmente, a Covid-19 levou 1.122 delas, mas os especialistas acreditam que a maior parte dos óbitos de crianças por SRAG tenham sido por coronavírus.

“O que vemos no Brasil é que o número de crianças que morrem com a Covid especificada como causa da morte é maior do que o que vemos em outros países do mundo – é 10 vezes maior”, explica a Dra. Ana Luiza Bierrenbach, epidemiologista em Vital Strategies, à CNN.

Para efeito de comparação, nos Estados Unidos, único país do mundo com mais mortes que o Brasil, cerca de 382 pessoas menores de 18 anos morreram de Covid-19, muito menos do que o registrado por aqui.

Crianças e a Covid-19

Os pesquisadores acreditam que a causa disso seja a neglicencia com que crianças foram tratadas no começo da pandemia da Covid-19. A variante P.1 descoberta no Brasil não parece causar um número de óbitos de menores muito maior. “Crianças têm morrido mais no Brasil desde que a variante original estava aqui, então não foi a adição da variante P.1 que fez as crianças morrerem mais aqui do que em outros países”, completou Bierrenbach.

Leia mais:

“Muitos pediatras tinham certa resistência quando se tratava de solicitar exames Covid-19 para crianças, quando apresentavam aquele sintoma típico do trato respiratório – coriza, tosse, febre – praticamente todas as crianças apresentam esses sintomas desta vez do ano, no outono, e alguns médicos não os testavam”, disse o pediatra Dr. André Laranjeira.

Ainda segundo a organização, como crianças são consideradas menos vulneráveis ao vírus da Covid-19, os leitos de UTI são priorizados para os adultos. Nos centros urbanos o Brasil possui estrutura de atendimento suficiente para os menores de idade. No entanto, no interior do país a condições dos hospitais é precária, o que dificulta o tratamento. Mesmo com tudo isso, as taxas de mortes de crianças ainda são bem menores do que adultos.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos