Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    42.541,68
    +679,80 (+1,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Covid-19: Pesquisadores brasileiros criam teste que detecta doença em 3 segundos

·2 minuto de leitura
Covid-19: Pesquisadores brasileiros criam teste que detecta doença em 3 segundos
Covid-19: Pesquisadores brasileiros criam teste que detecta doença em 3 segundos

Pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM-PR), em parceria com a empresa Gluco Scan, desenvolveram uma tecnologia capaz de detectar o novo coronavírus, causador da Covid-19, em apenas 3 segundos. Batizado de SpectroCheck, para funcionar ele é incluído em um aparelho portátil analisador de espectro. O teste tem precisão estimada de 90% e pode ser uma excelente ferramenta para detectar a doença em locais com grande fluxo de pessoas, como eventos, feiras ou festas.

Entenda como é feito o diagnóstico

Segundo o estudo, o diagnóstico é feito por meio da saliva do indivíduo, coletada com um dispositivo de plástico. No interior do recipiente, existe uma espécie de filtro que mede a fotometria das moléculas da amostra. Assim, o diagnóstico é concluído com base na análise da incidência de luz sobre o material.

SpectroCheck
Imagem: Divulgação UEM

De acordo com a UEM, a margem de erro é de 2,5% para mais ou para menos, e o aparelho tem uma tecnologia bem próxima da RT-PCR, avaliada como padrão ouro na detecção da Covid-19.

No caso do RT-PCR, a recomendação é de que a análise seja feita a partir do terceiro dia da manifestação sintomas ou do contato com infectados. Já em relação ao novo teste em questão, os estudiosos ainda não divulgaram qual é o melhor momento para a aplicação.

Leia mais:

Até agora, o teste mais rápido para detecção da doença é o de antígeno que sai em até 15 minutos, mas a precisão não é tão boa quanto a prometida pelo aparelho desenvolvido pelos pesquisadores de Maringá. Inclusive, o Ministério da Saúde já informou que os resultados negativos do teste de antígeno tem uma margem de erro próxima de 75%.

Novo teste de Covid-19 aguarda liberação da Anvisa

A pesquisa contou com a participação de 970 pessoas ao longo de maio, e os responsáveis , agora, aguardam liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para disponibilizar a tecnologia no SUS.

Se aprovada, a ferramenta será uma grande aliada do sistema de saúde para agilizar a identificação de casos, tendo em vista que é possível realizar mais de mil detecções por dia.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos