Mercado abrirá em 5 h 19 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,96
    +0,69 (+1,04%)
     
  • OURO

    1.869,60
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    45.189,57
    +392,29 (+0,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.257,11
    +59,19 (+4,94%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.089,33
    +56,48 (+0,80%)
     
  • HANG SENG

    28.564,20
    +370,11 (+1,31%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.421,00
    +117,50 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4277
    +0,0178 (+0,28%)
     

COVID-19 | Nova cepa encontrada na Índia carrega duas mutações

Nathan Vieira
·1 minuto de leitura

A quantidade de variantes do coronavírus que tem aparecido no Brasil e no mundo é uma grande preocupação acerca da COVID-19 e seus desdobramentos. E no fim de março, especialistas encontraram uma nova. E não se trata de uma variante qualquer: essa cepa de vírus, que foi vista pela primeira vez na Índia, carrega duas mutações.

Por enquanto, como tudo ainda é muito novo, as autoridades indianas estão verificando se a variante pode ser mais infecciosa ou menos afetada pelas vacinas. De qualquer forma, os especialistas apontam que as variantes não estão relacionadas a um aumento nos casos no país em questão.

Durante um comunicado, o próprio Ministério da Saúde da Índia mencionou que no momento os especialistas estão fazendo o sequenciamento genômico e a análise dos vírus, e correlacionando tendências epidemiológicas com variantes genômicas.

Nova cepa encontrada na Índia carrega duas mutações, segundo comunicado feito pelo próprio Ministério da Saúde indiano (Imagem: BlenderTimer/Pixabay)
Nova cepa encontrada na Índia carrega duas mutações, segundo comunicado feito pelo próprio Ministério da Saúde indiano (Imagem: BlenderTimer/Pixabay)

"771 variantes foram detectadas em um total de 10.787 amostras positivas compartilhadas pelos Estados. Isso inclui 736 amostras positivas para vírus da linhagem do Reino Unido, 34 amostras positivas para vírus da linhagem sul-africana e uma amostra positiva para vírus da linhagem brasileira. As amostras com essas variantes foram identificadas em 18 estados do país", apontou o comunicado.

"Embora as variantes e essa nova variante dupla mutante tenham sido encontradas na Índia, elas não foram detectadas em número suficiente para estabelecer ou direcionar a relação ou explicar o rápido aumento de casos em alguns Estados. Sequenciamento genômico e estudos epidemiológicos continuam para aprofundar a análise da situação", o comunicado ainda concluiu. Até sexta-feira (9), a Índia contou com 13,1 milhões de casos e 168 mil mortes pela COVID-19.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: