Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.998,25
    +398,61 (+1,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

COVID-19 | Mais de 600 municípios brasileiros podem ficar sem kit intubação

·1 minuto de leitura

Nesta quinta (24), a Confederação Nacional de Municípios (CNM) publicou uma nova pesquisa apontando que 606 municípios brasileiros correm o risco de ficar sem os medicamentos do chamado "kit intubação", usado para atendimento de pacientes em estado grave de COVID-19.

Basicamente, as pesquisas são realizadas pela própria CNM, por meio de seu call center, que possui contato com os gestores municipais de todo o país. Dessa forma, os resultados apresentados podem representar um cenário da situação mais próximo da realidade em todas as regiões do país. Anteriormente, uma dessas pesquisas apontou o risco para 975 cidades brasileiras.

Mais de 600 municípios brasileiros podem ficar sem kit intubação, utilizado para conter casos graves da COVID-19 (Imagem: DragonImages/Envato)
Mais de 600 municípios brasileiros podem ficar sem kit intubação, utilizado para conter casos graves da COVID-19 (Imagem: DragonImages/Envato)

Frente a isso, o Governo do Estado de São Paulo anunciou que vai começar a distribuir nesta quinta-feira (24) os remédios para 400 hospitais estaduais, municipais e filantrópicos. O governo em questão aproveitou para anunciar que o investimento foi de R$ 136 milhões em 6,5 milhões de kits. Vale ressaltar que novas remessas desses medicamentos continuarão chegando em julho e também em agosto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos