Mercado abrirá em 8 h 29 min

COVID-19: Google libera temporariamente versão premium do Hangouts Meet

Claudio Yuge

O surto do novo coronavírus (SARS-CoV-2) em todo o mundo vem fazendo com que várias pessoas trabalhem em home office, seguindo recomendações das próprias empresas e autoridades — e, assim, diminuindo o contato humano nas principais áreas de risco. Com isso, aumentam as comunicações digitais, especialmente por meio de videoconferências e apps de comunicação corporativa.

O Google e a Microsoft, que possuem ferramentas robustas para esse fim, afirmaram nesta terça-feira (3) que vão liberar temporariamente e gratuitamente todos os recursos desses seus apps, inclusive os que estão disponíveis somente para os clientes corporativos pagos.

O Google oferece, então, acesso gratuito a recursos avançados do Hangouts Meet aos usuários do G Suite e G Suite for Education em todo o mundo até o dia 1º de julho. Isso significa que perfis pessoais e de organizações poderão realizar reuniões com até 250 participantes, transmitir ao vivo para até 100 mil espectadores em um único domínio, e gravar e salvar reuniões no Google Drive sem pagar nada por isso. Normalmente, a gigante de Mountain View cobra R$ 112 por mês para que você tenha acesso a todas essas ferramentas.


A novidade ainda não começou a vigorar aqui no Brasil, mas, assim como no resto do mundo, deve passar a valer até o final da semana.

Microsoft oferecerá uso gratuito do Teams por seis meses

A Microsoft, por sua vez, vai disponibilizar o uso gratuito por seis meses ao seu serviço corporativo premium de mensagens, o Microsoft Teams, especialmente devido aos procedimentos envolvendo as precauções diante do novo coronavírus. A companhia de Redmond afirma que essa liberação veio inicialmente para facilitar a comunicação entre profissionais e usuários de hospitais, escolas e empresas na China, onde essa oferta sem custos adicionais já está disponível.

Imagem: Divulgação/Microsoft

A distribuição global deve acontecer até o dia 10 de março. A Microsoft diz que, nessa data, o Teams receberá uma atualização automática, explicando a liberação por tempo limitado e o funcionamento dos agendamentos das chamadas audiovisuais e videoconferências. Para usar, é preciso ter um perfil da companhia e se inscrever no site do utilitário — vale destacar que a versão inicial já é grátis, mas o modelo pago vem sem limitações para criações de equipes e canais, entre outros recursos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: