Mercado abrirá em 7 h 6 min
  • BOVESPA

    120.636,39
    -605,24 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.495,41
    -962,61 (-2,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,35
    +0,37 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.850,00
    +9,80 (+0,53%)
     
  • BTC-USD

    35.373,94
    -520,31 (-1,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,63
    -13,57 (-1,90%)
     
  • S&P500

    3.798,91
    +30,66 (+0,81%)
     
  • DOW JONES

    30.930,52
    +116,26 (+0,38%)
     
  • FTSE

    6.712,95
    -7,70 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    29.718,86
    +76,58 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    28.441,39
    -192,07 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    13.031,00
    +45,50 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5063
    +0,0077 (+0,12%)
     

COVID-19 | Funcionários da Tesla são demitidos por ficarem em casa

Stephanie Kohn
·2 minuto de leitura

Quando a fábrica da Tesla na Califórnia (EUA) reabriu em meados de maio, o CEO, Elon Musk, tranquilizou os trabalhadores dizendo que não precisariam ir à fábrica se "se sentissem desconfortáveis". No entanto, apesar do comunicado, a companhia demitiu pelo menos cinco funcionários por ficarem em casa, de acordo com o The Washington Post. Três destes colaboradores disseram ao jornal que foram demitidos na semana passada.

A fábrica reabriu em maio, apesar dos pedidos do condado de Alameda, onde a fábrica está localizada, em manter o local fechado. A companhia processou o condado, alegando que suas orientações contradisseram as diretrizes do estado da Califórnia. Na ocasião, Musk ameaçou retirar a fábrica do estado, então as autoridades do condado acabaram permitindo a reabertura da fábrica em 18 de maio e a Tesla desistiu da ação.

Musk enviou um email aos funcionários naquela semana com o objetivo de atenuar as preocupações com o vírus. "Estarei na linha ajudando pessoalmente sempre que puder", escreveu Musk. "Mas, se você se sentir desconfortável ao voltar ao trabalho neste momento, não se sinta obrigado a fazê-lo", dizia o memorando.

No entanto, um funcionário disse ao Washington Post que foi demitido depois de optar por ficar em casa porque seu filho de um ano tem problemas respiratórios. "A palavra [de Musk] não significa nada para seus funcionários", disse. "Ele [Musk] diz uma coisa agora e 10 segundos depois vira as costas para seus funcionários", comentou.

Desde então, os casos de COVID-19 têm aumentado constantemente em toda a Califórnia, inclusive no Condado de Alameda. O local agora tem cerca de 6 mil casos confirmados, contra cerca de 2,5 mil em meados de maio. As autoridades de saúde do condado disseram em comunicado na segunda-feira (29) que estavam "pausando temporariamente os planos de reabertura", mas a fábrica de Musk foi autorizada a permanecer aberta.

A Tesla não fez nenhum comentário sobre o assunto.

Fonte: Canaltech