Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.346,83
    +25,92 (+0,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Covid-19: Fiscalização sanitária interdita culto com mais de duas mil pessoas em Curitiba

·1 min de leitura
Fiscalização contra a Covid-19 interdita culto com mais de duas mil pessoas no Paraná - Foto: Reprodução/RPC
Fiscalização contra a Covid-19 interdita culto com mais de duas mil pessoas no Paraná - Foto: Reprodução/RPC

A fiscalização de medidas de restrição contra a Covid-19 em Curitiba interditaram, no final desta quarta-feira (24), um culto religioso com mais de duas mil pessoas em uma igreja no bairro Batel. As informações são da TV Globo.

Segundo os agentes que encerraram o evento, os participantes estavam aglomerados e não mantinham distanciamento, contrariando os protocolos estabelecidos para frear o avanço da pandemia.

Leia também:

Conforme a apuração da emissora, três multas foram aplicadas e totalizaram R$ 150 mil. Os agentes disseram ter chegado ao culto lotado após receberem uma denúncia.

Na própria quarta, a Prefeitura de Curitiba decretou o retorno da chamada "bandeira laranja", que aponta situação crítica da pandemia na cidade. O decreto passa a vigorar nesta quinta-feira (25) e ficará vigente por duas semanas, podendo ser prorrogado de acordo com os índices epidemiológicos.

Na "bandeira laranja", estabelecimentos que realizam e recebem shows, eventos culturais, teatros, cinemas e museus ficam proibidos de funcionar.

A medida restringe também práticas esportivas coletivas em praças e bens públicos e privados.

Nesta quarta, o Brasil ultrapassou a marca dos 250 mil mortos pela Covid-19, além de mais de 10,3 milhões de casos confirmados registrados no país. A capital paranaense registra mais de 84 mil casos da doença, além de quase 2.500 óbitos.

Na próxima quinta-feira (26), o primeiro caso confirmado da doença no país completa um ano. Desde então, o Brasil é segundo país com mais mortes no planeta, atrás apenas dos Estados Unidos.