Mercado fechará em 5 h 48 min
  • BOVESPA

    108.013,47
    0,00 (0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.823,23
    -408,97 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,34
    -0,62 (-0,71%)
     
  • OURO

    1.840,30
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    42.069,46
    -142,92 (-0,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    999,07
    +4,32 (+0,43%)
     
  • S&P500

    4.532,76
    -44,35 (-0,97%)
     
  • DOW JONES

    35.028,65
    -339,82 (-0,96%)
     
  • FTSE

    7.580,09
    -9,57 (-0,13%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.141,50
    +108,00 (+0,72%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1613
    -0,0061 (-0,10%)
     

Covid-19: descoberta da variante ômicron deixa milhares de turistas bloqueados na África do Sul

·1 min de leitura

A África do Sul está cada vez mais isolada do mundo depois da descoberta da variante ômicron. Com a proibição de aterrissagem de voos vindos do país por governos do mundo inteiro, milhares de turistas se veem bloqueados no território sul-africano.

Romain Chanson, correspondente da RFI em Joanesburgo, com agências

Depois do Reino Unido, na quinta-feira (25), os anúncios de fechamento de fronteiras aos países do sul da África se multiplicam. Da União Europeia, passando pelas nações do Oriente Médio, da Ásia e da América Latina, inclusive o Brasil, pouco a pouco diminui o número de aeroportos onde voos procedentes da África do Sul ainda podem aterrissar.

Nos terminais sul-africanos, turistas estrangeiros estão em pânico e tentam a todo custo encontrar alternativas para voltar a seus países de origem. Em Joanesburgo, Lynette está desesperada para embarcar em qualquer voo em direção à Austrália, depois de passar férias com a família na África do Sul.

"Vim para ver meus pais, que eu não havia encontrado há três anos. O governo australiano reabriu as fronteiras recentemente, então aproveitei para vir visitar meus pais. Mas agora eu não posso mais voltar para a minha casa. É horrível", afirma, em entrevista à RFI.

Em frente ao balcão de check-in da companhia Ethiopian Airlines, uma fila imensa aguarda atendimento. É passando pela capital Adis Abeba que Maria e sua mãe vão poder voltar à Noruega. Uma agência de viagens conseguiu encontrar um voo para elas no último minuto.


Leia mais

Leia também:
Mais de 60 passageiros vindos da África do Sul testam positivo à Covid-19 na Holanda
Países europeus e Israel proíbem voos da África após descoberta de nova variante do coronavírus
Nova variante "muito preocupante" do coronavírus descoberta na África do Sul atinge jovens

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos