Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.984,24
    +87,77 (+0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Covid-19: cidade do Rio segue com tendência de queda nas internações e tem redução de 42% na busca por leitos

·1 minuto de leitura

RIO — Os indicadores da Covid-19 mantiveram a tendência de queda pela terceira semana consecutiva, segundo o 38° boletim epidemiológico da cidade do Rio, divulgado pela prefeitura nesta sexta-feira. Segundo a Secretaria municipal de Saúde (SMS), a tendência de queda nas internações permanece na cidade. Entre as semanas epidemiológicas 32 e 37, houve 42% de redução nas novas admissões. Foram 609 no primeiro período de referência, contra 361 no último.

A redução também é indicada pelo número de casos confirmados — um indicador mais propenso a atrasos de atualização. Além disso, nesta semana, a quantidade semanal de novos óbitos, que até o último boletim se mantinha estável, começou a indicar queda.

Com isso, pela primeira vez desde o início da publicação dos boletins, em janeiro deste ano, todas as 33 Regiões Administrativas (RAs) do município desceram para nível de risco moderado (amarelo). Na semana passada, três RAs ainda estavam classificadas com risco alto (laranja).

— A redução dos óbitos sempre demora um pouquinho, chega em torno de 20 a 30 dias depois. Agora, vemos que esse indicador já teve reversão, já começa a demonstrar redução — informou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Márcio Henrique Garcia.

Ainda segundo a prefeitura, o Rio tem agora menos de 500 internados por síndrome respiratória aguda grave (SRAG), e a fila de espera por leitos continua zerada.

— A pandemia ainda não acabou, mas temos um cenário mais tranquilo e esperamos que continue assim — disse Garcia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos