Mercado abrirá em 7 h 37 min

COVID-19 | Brasil completa sete semanas seguidas com transmissão descontrolada

Natalie Rosa

Cálculos recentes feito pelo Imperial College, no Reino Unido, mostram que o Brasil acaba de completar sete semanas seguidas com a transmissão do novo coronavírus ainda fora de controle. 

De acordo com os dados obtidos com a pesquisa, a taxa de contágio no país é de 1,08 — 100 pessoas infectadas podem contaminar outras 108 —, fazendo com que a COVID-19 ainda tenha um grande alcance por aqui. O contágio precisa ser menor que 1 para ser considerado sob controle, que é o que vem ocorrendo em países como Alemanha e Portugal, por exemplo, que tem taxas 0,83 e 0,79, respectivamente. 

Segundo o Imperial College, o Brasil está em 22º dos países com mais transmissão, em uma lista de 48 que estão sendo monitorados. Entre as nações que apresentam uma maior taxa de contágio estão o Chile, no topo, com 1,53, seguido da África do Sul (1,48), Colômbia (1,44), México (1,44) e Argentina (1,30). A taxa no Brasil já foi maior, chegando a 2,81 em 27 de abril, mas ainda está longe do ideal para conter a propagação.

Imagem: Reprodução

Os dados revelados pela Imperial College mostram também que, somente nesta semana, as mortes pela COVID-19 podem chegar a 7.780, variando entre 6.710 a 8.620. A decisão de fazer a previsão de óbito em vez de tentar prever a quantidade de casos, segundo os pesquisadores, acontece porque as estatísticas de morte estão menos sujeitas a subnotificações.

A pesquisa completa pode ser conferida online.


Fonte: Canaltech