Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.519,75
    -1.136,80 (-3,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Covid-19: 527 mil doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil

·1 minuto de leitura
Covid-19: 527 mil doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil
Covid-19: 527 mil doses da vacina da Pfizer chegam ao Brasil

O Brasil recebeu uma nova remessa de doses da vacina da Pfizer. 527 mil unidades do imunizante foram entregues em um voo que chegou no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), na noite desta quinta-feira (3). Ao todo, 5,8 milhões das 200 milhões de doses contratadas pelo governo federal chegaram ao país.

A farmacêutica diz que vai completar a entrega de todas as doses contratadas até o fim de 2021. As datas em que os lotes vão chegar, no entanto, são desconhecidas. Após deixarem o aeroporto, as unidades vão ser entregues no centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP).

Foto: Polícia Federal
Foto: Polícia Federal

Vacina da Pfizer no Brasil

Na terça-feira (1º), o Ministério da Saúde informou que recebeu um lote de doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19, com 936 mil doses. Até o final do mês, a expectativa é de que 12 milhões de doses da vacina cheguem ao país.

Leia mais:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou no dia 28 de maio que as vacinas da Pfizer/BioNTech poderão ficar mais tempo dentro das salas de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). Isso ocorreu após a decisão sobre novas condições de conservação e armazenamento do imunizante no Brasil.

Portanto, a vacina da Pfizer poderá ficar até 31 dias refrigerado entre +2ºC e +8°C, que é a faixa de temperatura mais comum na rede pública de saúde dos municípios.

Além disso, o Ministério da Saúde informou que o imunizante da Pfizer é diferente de outros insumos adquiridos e distribuídos no SUS, sendo que os chamados ultrafreezers são os mais indicados para o armazenamento da vacina.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!