Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,90
    +0,13 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.853,90
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    32.522,82
    -924,43 (-2,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    653,79
    -23,11 (-3,41%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.638,85
    -56,22 (-0,84%)
     
  • HANG SENG

    30.159,01
    +711,16 (+2,41%)
     
  • NIKKEI

    28.822,29
    +190,84 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    13.466,25
    -9,25 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6362
    -0,0158 (-0,24%)
     

Covas insinua que Ricardo Nunes é criticado por ser da periferia de São Paulo

Anita Efraim
·3 minuto de leitura
Bruno Covas foi sabatinado na rádio CBN (Foto: Reprodução/YouTube)
Bruno Covas foi sabatinado na rádio CBN (Foto: Reprodução/YouTube)

Para defender o vice de sua chapa, o prefeito e candidato à reeleição Bruno Covas (PSDB), insinuou que Ricardo Nunes (MDB) sofre preconceito por ser da zona sul. Questionado sobre a escolha, o tucano disse haver preconceito contra Nunes.

Em entrevista à rádio CBN, Covas subiu o tom quando foi perguntado sobre uma denúncia contra Nunes por agressão verbal contra a esposa. O boletim de ocorrência foi registrado por ela em 2011 e, anos depois, ela negou que fosse verdade.

“É um esporte nacional acabar com a vida das pessoas sem provas”, disse Covas aos jornalistas. “Tudo isso é porque ele é da zona sul? Por ser da periferia?”, questionou.

Nunes tem sido o principal motivo de críticas dirigidas ao candidato à reeleição. Além os registros de agressão contra a esposa, há ainda denúncias de que o vice de Covas teria desviado verbas destinadas ao aluguel de creches conveniadas com a prefeitura.

Ao longo da campanha, Bruno Covas repetiu que queria uma mulher como vice, mas justifica. “Escolhi um representante que representasse todos os dez partidos que estivessem coligados com a gente”, explicou.

Questionado sobre o número de mulheres secretárias, 7 entre 23, Covas rechaçou as críticas e afirmou que a presença feminina cresceu. “Vamos reconhecer uma vitória e acreditar que isso vai melhorar na próxima gestão”, disse.

Sobre o número de negros no secretariado, Covas afirmou que é preciso melhorar, mas não há metas concretas ou número mínimo. Ele ainda ressaltou que há subsecretários e subsecretárias negras na cidade.

Eleições em São Paulo

São Paulo é o maior colégio eleitoral do Brasil com quase 9 milhões de pessoas aptas a votar. Com 32.85% dos votos válidos no primeiro turno, Bruno Covas (PSDB) enfrenta Guilherme Boulos (PSOL) que teve 20.24% dos votos válidos..

Covas é prefeito da cidade desde 2018, quando assumiu após o prefeito eleito João Doria (PSDB) deixou o cargo para disputar — e ganhar — o Governo do Estado. Foi Bruno quem esteve à frente da cidade na pandemia do coronavírus.

Já Boulos ficou nacionalmente conhecido em 2018, quando foi candidato do PSOL à presidência. Conhecido por sua atuação com o MTST, ele é professor e concorre pela primeira vez ao cargo. Sua vice, Luiza Erundina, foi prefeita de São Paulo no final da década de 1980.

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 moveram praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa foi uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.