Mercado fechado

Covas e Doria aumentam tarifas de transporte em ano eleitoral

Cristiane Agostine

Passagens de ônibus, metrô e trem da capital paulista subirão de R$ 4,30 para R$ 4,40 em 1º de janeiro O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), e o governador do Estado, João Doria (PSDB), decidiram aumentar o valor das tarifas do ônibus, metrô e trem da cidade de R$ 4,30 para R$ 4,40. O novo valor valerá a partir de 1º de janeiro de 2020, ano em que Covas deverá disputar a reeleição na capital paulista.

A Prefeitura e o governo do Estado anunciaram o aumento em nota conjunta divulgada à imprensa nesta sexta-feira.

Marcos Issa/Bloomberg

As duas administrações afirmaram que o reajuste será de 2,33%, abaixo da inflação de 3,86% prevista para o ano pelo boletim Focus, divulgado pelo Banco Central. “Se as tarifas seguissem a recomposição inflacionária, o valor sairia dos atuais R$ 4,30 para R$ 4,47”, afirmaram.

Os novos valores foram informados nesta sexta-feira aos presidentes da Câmara Municipal e Assembleia Legislativa. As tarifas mantêm as atuais gratuidades existentes.

De acordo com a Prefeitura e o governo Estadual de São Paulo, diariamente 8,3 milhões de passageiros são transportados nas 13 linhas disponíveis no Metrô e na CPTM e 8,8 milhões nos ônibus da capital paulista.