Mercado fechado

Covas diz que prejudicados por chuva podem pedir isenção de IPTU

Valor

Segundo o prefeito, 43 escolas municipais suspenderam as aulas e 41 unidades de saúde deixaram de funcionar por causa dos alagamentos O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) afirmou nesta segunda-feira que os moradores da cidade que se sentirem prejudicados pelos alagamentos podem pedir ressarcimento de impostos nas subprefeituras. Os valores, segundo o prefeito, serão ressarcidos no IPTU de 2021.

“Já está prevista em lei essa isenção. A população que se sentir prejudicada pode procurar uma subprefeitura amanhã e solicitar a isenção para o IPTU do ano que vem. Já tivemos isso na região do Ipiranga no ano passado”, declarou Covas em entrevista ao telejornal SP1, da TV Globo.

Comércio prevê prejuízo de R$ 110 milhões com chuva em SP

SP tem o 2º maior volume de chuva em 24h para fevereiro

Chuva em SP traz caos à cidade; rodízio é suspenso

Segundo ele, por causa dos alagamentos, 43 escolas municipais suspenderam as aulas, que serão remarcadas. Na área de saúde, 41 unidades básicas de saúde (UBS) deixaram de funcionar. Exames e consultas serão remarcados.

Durante a entrevista, Covas negou que a Prefeitura tenha deixado de fazer o trabalho de prevenção de enchentes. Os piscinões da cidade, disse, estão em perfeito estado de funcionamento.

“A Prefeitura fez o trabalho de limpeza dos córregos e piscinões, permitindo que a água tivesse mais fluidez. Nenhum dos piscinões da cidade transbordou com a chuva da madrugada, o que certamente prejudicaria mais a população”, disse o prefeito.

“O principal problema aconteceu por causa do transbordamento dos rios Tietê e Pinheiros”, afirmou.

Reprodução / TV Globo