Couromoda projeta aumento de 5% nas vendas em 2013

Organizadores e participantes da Couromoda - uma das maiores feiras de calçados e acessórios de moda do País, encerrada nesta quinta-feira - projetam crescimento de 5% nas vendas de calçados no mercado interno em 2013. A projeção é justificada pelo volume de negócios fechados e encaminhados durante o evento, divulgou nesta quinta-feira a assessoria de imprensa do evento. "A maior parte destes negócios refere-se ao mercado interno, que é hoje o motor do consumo para a indústria calçadista brasileira", destacou Francisco Santos, presidente da Couromoda.

Essa alta representa um acréscimo de cerca de 38 milhões de pares no mercado nacional, que se somariam aos 758 milhões consumidos pelos brasileiros ao longo do ano de 2012.

Apesar da projeção de crescimento do mercado interno, Santos manteve a linha crítica ao volume de calçados importados no País e às dificuldades em ampliar as vendas externas. "A redução de exportações é uma situação que preocupa, em função das crises europeia e americana, do câmbio ainda defasado e da concorrência desleal asiática", afirmou. "Com capacidade de produção de 1 bilhão de pares/ano (hoje produzindo 834 milhões), o setor precisa de soluções na exportação para impulsionar um crescimento mais vigoroso", concluiu.

De acordo com os organizadores, as 78 pequenas e microempresas reunidas no estande coletivo do Rio Grande do Sul venderam - nos três primeiros dias de feira - R$ 12,8 milhões em calçados e bolsas, volume cerca de 10% maior do que o obtido na feira de 2012. O número pode ser ainda menor, uma vez que nem todas as empresas que participaram da feira declararam o volume que venderam.

Durante os quatro dias de evento, as 1.100 empresas que participaram da feira receberam a visita de 80 mil lojistas, industriais e profissionais da cadeia do couro e calçado. Foi registrada também a visita de compradores de 63 países.

Carregando...