Mercado fechará em 6 h 9 min
  • BOVESPA

    129.515,96
    +748,51 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.123,13
    -6,75 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,11
    +1,26 (+1,73%)
     
  • OURO

    1.791,20
    +13,80 (+0,78%)
     
  • BTC-USD

    34.614,79
    +4.848,42 (+16,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    833,57
    +23,38 (+2,89%)
     
  • S&P500

    4.250,57
    +4,13 (+0,10%)
     
  • DOW JONES

    33.940,41
    -5,17 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.123,87
    +33,86 (+0,48%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.874,89
    -9,24 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.286,25
    +28,00 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9238
    +0,0040 (+0,07%)
     

Cosmonautas fazem spacewalk e preparam a ISS para a chegada de novo módulo russo

·2 minuto de leitura

Nesta quarta-feira (2), Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov, cosmonautas que atuam como engenheiros de voo da Expedição 65 na Estação Espacial Internacional (ISS), completaram um spacewalk de sete horas e 29 minutos de duração. Durante as atividades, os cosmonautas deram continuidade ao trabalho iniciado no ano passado para o descarte do antigo módulo russo Pirs e realizaram ajustes e manutenções em dispositivos. Esta foi a primeira caminhada espacial de ambos e foi também a sexta realizada em 2021 do lado de fora da ISS.

A caminhada espacial foi iniciada às 2h53, no horário de Brasília, quando os cosmonautas abriram a escotilha para o módulo Poisk e saíram pela trava de ar. Eles reposicionaram alguns itens de hardware e substituíram um painel regulador de fluxo de fluidos próximo do módulo Zarya, o primeiro componente lançado para a montagem da estação. Depois, a dupla desconectou as ligações mecânicas da área externa entre o módulo Pirs e a ISS, deixando-o configurado para os procedimentos de desacoplamento e descarte.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O painel antigo foi descartado conforme o planejado e a dupla substituiu amostras de materiais científicos e biológicos na área externa dos módulos russos. Os cabos e equipamentos de telemetria entre os módulos Pirs e Zvezda, o principal do segmento russo da estação, foram desconectados. Ao fim da caminhada espacial, às 10h12 no horário de Brasília, os cosmonautas retornaram para a trava de ar e selaram a escotilha.

Dentro de alguns meses, a nave cargueira Progress 77 irá remover o módulo Pirs, que será enviado em direção à Terra. Segundo informações de oficiais da NASA, ambos serão queimados em segurança durante a reentrada na atmosfera terrestre, tudo acontecendo acima de uma região sobre o Oceano Pacífico. Então, durante a metade do mês de julho, a ISS irá receber o novo módulo Nauka (que significa “ciência”, em russo). Depois, os dois cosmonautas deverão realizar outro spacewalk para iniciar a instalação do novo módulo. Até o momento, a agência espacial russa Roscosmos não informou datas para o novo procedimento.

Enquanto isso, a NASA tem planos para a realização de mais duas caminhadas espaciais neste mês: nos dias 16 e 20 de junho, os astronautas Shane Kimbrough, da NASA, e Thomas Pesquet, da Agência Espacial Europeia (ESA), vão continuar a instalação dos novos painéis solares no lado externo da ISS. Eles vão usar suprimentos que serão lançados ainda nesta semana em uma missão de abastecimento, que será realizada com uma nave cargueira Dragon, da SpaceX.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos