Mercado fechará em 4 h 28 min
  • BOVESPA

    108.360,86
    +2.064,68 (+1,94%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.897,80
    +8,14 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,06
    +1,30 (+1,55%)
     
  • OURO

    1.810,20
    +13,90 (+0,77%)
     
  • BTC-USD

    63.110,73
    +2.791,91 (+4,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.505,42
    +1.262,74 (+520,33%)
     
  • S&P500

    4.552,65
    +7,75 (+0,17%)
     
  • DOW JONES

    35.685,51
    +8,49 (+0,02%)
     
  • FTSE

    7.227,40
    +22,85 (+0,32%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.408,25
    +67,25 (+0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5034
    -0,0774 (-1,18%)
     

Cosan anuncia a compra de fatia na Radar por R$1,5 bi

·1 minuto de leitura
Logo da Cosan em painel na B3, em São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - O conglomerado Cosan fechou contrato com a Mansilla Participações para comprar uma fatia adicional na gestora de propriedades agrícolas Radar por um valor líquido de 1,479 bilhão de reais.

Segundo fato relevante publicado na noite de segunda-feira, o acordo assinado com a Mansilla, veículo do fundo de investimento TIAA (Teachers Insurance and Annuity Association of America), dará à Cosan mais de 50% do total do capital social da Radar, após a conclusão da aquisição e de uma reorganização societária.

A companhia deverá fazer a aquisição por meio da estrutura de Fundo de Investimentos anunciada em fato relevante em 23 de agosto de 2021.

"Este movimento está alinhado à estratégia de alocação de capital da Cosan, reforçando o compromisso da companhia com o desenvolvimento do agronegócio brasileiro e com a criação de valor para seus stakeholders", disse a Cosan, destacando que a Radar tem "capacidade para investir em ativos com alto potencial produtivo no Brasil".

Por meio de um sistema de geomonitoramento via satélite, a Radar detém e administra cerca de 390 propriedades rurais com um total de 96.000 hectares, dedicados ao cultivo de cana-de-açúcar, soja, algodão, milho e outros nos Estados de São Paulo, Maranhão, e Mato Grosso.

(Por Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos