Mercado abrirá em 7 h 34 min
  • BOVESPA

    118.811,74
    +1.141,84 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.352,18
    -275,49 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,88
    +0,18 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.730,30
    -2,40 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    60.580,80
    +183,51 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.295,43
    +0,85 (+0,07%)
     
  • S&P500

    4.127,99
    -0,81 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    33.745,40
    -55,20 (-0,16%)
     
  • FTSE

    6.889,12
    -26,63 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.590,81
    +137,53 (+0,48%)
     
  • NIKKEI

    29.766,57
    +227,84 (+0,77%)
     
  • NASDAQ

    13.787,00
    -21,75 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8192
    -0,0113 (-0,17%)
     

Cortana tem apps para Android e iOS aposentados pela Microsoft

Alveni Lisboa
·2 minuto de leitura

A Microsoft anunciou hoje (31) o fim definitivo do aplicativo da Cortana, a assistente virtual da empresa, nos dispositivos móveis. Com isso, não haverá mais suporte para uso dos recursos de voz da MS em softwares de terceiros, além de o aplicativo ter sido removido das lojas oficiais do iOS e do Android.

A medida só afetará o uso da Cortana em celulares e tablets que rodavam o aplicativo, sem qualquer impacto no Windows. Lembretes, listas e tarefas vinculadas a ela serão sincronizados automaticamente com o aplicativo Microsoft To Do, disponível para download gratuito nas plataformas móveis.

(Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)
(Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)

A Cortana para celulares foi uma tentativa da desenvolvedora do Windows de rivalizar com Siri e Google Assistente. A ideia era usá-la para comandos de voz em redes sociais, apps de música ou programas de produtividade. A assistente pessoal nasceu em 2014, no Windows, e é baseada em uma tecnologia capaz de responder a perguntas e realizar pequenas tarefas do cotidiano, como abrir aplicativos, configurar despertador ou inserir compromissos na agenda.

Fim já era esperado

O aplicativo móvel foi lançado originalmente em novembro de 2018, mas nunca chegou a ter uma base de usuários grande o suficiente para que valesse a pena mantê-lo. O encerramento já era uma realidade em vários países desde o ano passado, mas agora chega para todo o mundo.

O desligamento foi anunciado em julho de 2020, quando a Microsoft afirmou trabalhar em um novo assistente virtual na suíte de apps Microsoft 365, o que exigiria o direcionamento dos esforços e da experiência da equipe de desenvolvedores da Cortana. As mudanças fazem parte do reposicionamento da assistente virtual, que deve deixar de ser desenvolvida como um serviço multiuso para se dedicar a recursos de produtividade.

Cortana com outro enfoque

O anúncio da Gigante dos Softwares pode parecer uma pá de cal na assistente virtual, mas não é isso que vai acontecer. Além de continuar no Windows 10, a empresa melhorou a integração da assistente no Microsoft 365, com novas opções para o Outlook e a integração ao Teams para desempenhar atividades como gerenciar compromissos, disparar e redigir e-mails e agendar reuniões.

(Imagem: Reprodução/Microsoft)
(Imagem: Reprodução/Microsoft)

Se você é um dos compradores do alto-falante Harman Kardon Invoke, saiba que também perderá a ajuda da Cortana. A Microsoft preferiu mudar os rumos e tornar o dispositivo mais próximo de uma caixa de som Bluetooth tradicional, removendo os comandos por voz. Para compensar, a empresa oferece a oportunidade de receber um cartão de presente promocional da Microsoft Store de US$ 50 por Invoke ativa (infelizmente, essa oferta é apenas para o proprietário residente nos EUA).

Você usava a Cortana em seu celular? Se sim, o que acha da novidade? Comente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: