Mercado abrirá em 9 h 47 min
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,21
    +0,72 (+1,04%)
     
  • OURO

    1.779,20
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    50.776,06
    +1.858,69 (+3,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.313,49
    +53,34 (+4,23%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.232,28
    +109,96 (+1,54%)
     
  • HANG SENG

    23.647,44
    +298,06 (+1,28%)
     
  • NIKKEI

    28.319,18
    +391,81 (+1,40%)
     
  • NASDAQ

    15.872,25
    +29,50 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4238
    +0,0002 (+0,00%)
     

Corretora investigará golpe com criptomoeda inspirada em Round 6

·2 min de leitura
Binance pretende identificar e banir endereços atrelados ao esquema, descobrir os envolvidos no golpe e colaborar com as autoridades responsáveis
Binance pretende identificar e banir endereços atrelados ao esquema, descobrir os envolvidos no golpe e colaborar com as autoridades responsáveis

(Reprodução / Netflix)

  • Binance conduzirá investigação contra criminosos que deram um golpe usando criptomoeda

  • Ativo foi inspirado em Round 6 e deu prejuízo de cerca de R$ 17 milhões aos investidores

  • Corretora não chegou a listar a moeda, mas tomou a decisão "como um gesto de boa vontade"

A Binance, maior corretora de criptomoedas do mundo por volume de negociação diário, anunciou que conduzirá uma investigação contra os criminosos que deram um golpe em milhares de investidores por meio do token SQUID, moeda inspirada na série Round 6, da Netflix.

Leia também:

Os envolvidos sumiram com cerca de R$ 17 milhões (US$ 3 milhões) investidos por parte de quem acreditava estar diante de um novo ativo extremamente rentável. Os tokens foram emitidos na Binance Smart Chain (BSC), rede criada pela corretora, mas que não é controlada por ela.

Apesar de não ter a capacidade de fiscalizar os projetos desenvolvidos no blockchain e de nunca ter listado o SQUID – de forma a negociá-lo com os investidores – a corretora decidiu investigar o caso “como uma forma de demonstrar suporte à comunidade cripto”. Segundo a empresa, o objetivo é identificar e banir endereços atrelados ao esquema, descobrir os envolvidos no golpe e colaborar com as autoridades responsáveis.

“Nossa equipe de segurança iniciou um processo de investigação, como um gesto de boa vontade", disse um representante da Binance.

O golpe

Os investidores compraram a moeda em plataformas de finanças descentralizadas, como PancakeSwap e Dodo. O valor do SQUID chegou a US$ 2.861 (R$ 16 mil), mas após um tempo, não foi possível negociar o ativo e o valor dele caiu para US$ 0.

O motivo é que os criadores da criptomoeda desapareceram com os fundos dos investidores. O golpe é chamado de “puxar tapete”. Isso significa que os criadores da criptografia sacam suas moedas em troca de dinheiro real, desvalorizando rapidamente o valor da criptografia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos