Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.145,87
    +23,63 (+0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Correios de Niterói lança três exposições esta semana

·2 minuto de leitura

NITERÓI — Esta semana, o Espaço Cultural Correios, no Centro, abre três novas exposições gratuitas. Esculturas de material reaproveitado serão atração em “Liberdade”, da artista Carla Carvalhosa, que estreou nesta segunda-feira. Também na segunda, foi aberta a exposição “In progress”, com pinturas em que o mar e seus elementos se apresentam a partir do olhar da artista visual Wil Catarina. Já no sábado será a vez da inauguração de uma coletiva com 45 obras: “Espelhos”, que traz questionamentos sobre a realidade pós-pandêmica através de trabalhos de 23 artistas.

A exposição de Carla, sob a curadoria de Márcia Costa, reúne 30 telas com diferentes técnicas e estilos, além de instalação de material reaproveitado e esculturas em papietagem e papel-machê. Há uma grande instalação construída com embalagens de detergente líquido reaproveitadas, convidando o público a interagir.

— Uso principalmente embalagens de plástico preenchidas. Depois, vou acomodando e modelando a estrutura no jornal e no papelão. A papietagem vem por cima — detalha a artista.

Em “Espelhos”, os trabalhos foram selecionados pelos curadores e produtores Edson Cardoso e Cota Azevedo. As técnicas e linguagens são diversas: pinturas, esculturas, vídeo, fotoperformance, têxtil e livro-objeto.

— A intenção é buscar abarcar um olhar mais ampliado diante do real e possibilitar o diálogo entre os públicos e as gerações que sentem ou sentirão os impactos de uma crise histórica mundial — avalia Cardoso.

Comandante da Marinha por muitos anos, com pesquisas na Antártida, a artista visual Wil Catarina, que hoje está na reserva, tem uma relação profunda com o mar, tema que aborda na sua série de pinturas em exposição.

Curadora de “In progress”, Ana Schieck fala sobre a seleção das telas:

— Em seu conjunto de obras, atravessamos cenários nos quais podemos perceber texturas e cores que refletem a vivência de quem tem o mar como lar e destino.

As exposições ficam abertas de segunda a sexta, das 11h às 18h; e aos sábados, das 13h às 17h. “Liberdade” e “In progress” ficam até 30 de outubro. “Espelhos” estará disponível até 6 de novembro.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos