Mercado abrirá em 4 h 29 min
  • BOVESPA

    116.230,12
    +95,66 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.046,58
    +616,83 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,14
    -0,38 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.720,80
    -9,70 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    20.123,28
    +177,73 (+0,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,81
    +10,38 (+2,33%)
     
  • S&P500

    3.790,93
    +112,50 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    30.316,32
    +825,43 (+2,80%)
     
  • FTSE

    7.012,83
    -73,63 (-1,04%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.535,50
    -105,25 (-0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1553
    -0,0126 (-0,24%)
     

Correios indenizam manicure em R$ 5 mil após atrasar entrega de pedido de namoro

Correios alegam que endereço estava incompleto, mas mulher provou que não faltavam informações (Getty Images)
Correios alegam que endereço estava incompleto, mas mulher provou que não faltavam informações

(Getty Images)

  • Correios terão que indenizar em R$ 5 mil manicure que enviou pedido de namoro ao amado;

  • Pacote continha uma carta e um presente, que chegaram atrasados ao destinatário;

  • Surpresa foi arruinada.

Os Correios terão que indenizar, em R$ 5 mil, uma manicure de Sorocaba (SP) que enviou via Sedex um pedido de namoro a seu amado. O pacote, que continha um presente e uma carta com a proposta, chegou atrasado ao destinatário, arruinando a surpresa planejada.

A postagem ocorreu em 10 de março de 2020 e tinha previsão de chegar ao destino, em Taboão da Serra (SP), dois dias depois, na véspera do aniversário do rapaz. Para dar tempo de surpreendê-lo, a manicure pagou R$ 37 no despacho e combinou tudo com a cunhada, que receberia a encomenda caso o homem não estivesse em casa.

Nos dias 12 e 13 de março, a dor de cabeça começou: o sistema de rastreamento dos Correios apontou que duas tentativas de entrega foram feitas, ambas frustradas por endereço incompleto e por não ter ninguém em casa. Entretanto, as informações estavam corretas e a cunhada estava a postos para atender o carteiro, segundo os autos do processo. Indignada, a manicure abriu reclamações no site da empresa, no Reclame Aqui e no Procon.

“Ela criou toda uma expectativa para o pedido e para a resposta. Era aniversário do namorado dela e ela iria vê-lo no final de semana para obter a resposta”, explica a advogada da manicure, Larissa Siqueira, ao Estadão. No dia 17, o sistema registrou mais uma tentativa de entrega.

O presente, então, foi devolvido para a remetente no dia 30, “com a embalagem de postagem toda bagunçada”, como consta na petição inicial. No dia 2 de abril, a mulher postou novamente o pacote, com o mesmo endereço, mas já não era mais surpresa. “Isso gerou muita angústia e ansiedade na minha cliente. Ela ligou várias vezes para os Correios, pois foi tudo planejado conforme os prazos”, explica Siqueira.

Julgamento

Apesar dos Correios alegarem que o endereço do pacote estava incompleto, a manicure conseguiu comprovar que não faltavam informações. Segundo a juíza Carolina Castro Costa Viegas, do Juizado Especial Federal Cível de Sorocaba, a empresa falhou na prestação de serviços.

Apesar da condenação ter acontecido em julho, só foi publicada na semana passada pela Justiça. O valor da indenização é mil reais mais baixo que o inicialmente pedido pela manicure, mas sua advogada afirma que a cliente não vai recorrer. “A condenação ficou dentro do que esperávamos, considerando a peculiaridade do caso”, disse ao portal.

Os Correios ainda podem questionar a decisão na instância superior. O Estadão tentou contato com a empresa, mas não obteve resposta.