Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.057,22
    -1.202,27 (-0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.202,80
    -376,30 (-0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,06
    -1,09 (-1,51%)
     
  • OURO

    1.774,30
    -87,10 (-4,68%)
     
  • BTC-USD

    37.553,87
    -1.075,89 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    933,56
    -36,31 (-3,74%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.153,43
    -31,52 (-0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.558,59
    +121,75 (+0,43%)
     
  • NIKKEI

    29.018,33
    -272,68 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    14.187,75
    +206,50 (+1,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9624
    -0,0996 (-1,64%)
     

Correção do Bitcoin: comparando 2017 com o ciclo atual

·2 minuto de leitura

O preço do Bitcoin (BTC) caiu consideravelmente desde que atingiu seu preço mais alto em 14 de abril.

A correção da última quarta-feira (19) é a segunda grande desde o recorde anterior de preço. Em 2017, vale ressaltar, ocorreram quatro correções após o que até então era o maior preço de todos os tempos.

Correção do Bitcoin em 2017

A análise leva em conta apenas correções maiores que 20% após a máxima histórica de US$ 1.177 (linha horizontal branca). O máximo histórico foi quebrado em 27 de fevereiro de 2017.

  • A primeira correção teve início em 10 de março, durou 15 dias e o preço caiu 32,57%.

  • A segunda correção começou em 12 de junho, durou 34 dias e o preço caiu 39,20%.

  • A terceira correção iniciou em 2 de setembro, durou 13 dias e o preço caiu 39,54%

A quarta e última correção do BTC foi mais como um acidente repentino. Ela durou apenas quatro dias, porém o preço caiu 30%. Depois disso, o valor continuou a aumentar até atingir o máximo histórico de US$ 19.764 em 17 de dezembro de 2017.

Ao todo, as correções duraram entre 13 e 34 dias (excluindo o flash crash) e tiveram uma magnitude entre 32,57% e 39,54%. A partir da mínima de 2015, todo o movimento de alta durou 1.067 dias. Já o período após a máxima de todos os tempos teve 294 dias.

bitcoin

Ciclo atual

Até agora, houve apenas duas correções desde a quebra do recorde anterior (linha branca horizontal). A primeira começou em 8 de janeiro e prosseguiu por 14 dias, nos quais o BTC perdeu 31,30% de seu valor.

A segunda começou em 14 de abril. Se ontem foi a mínima, ela durou 35 dias e resultou em recuo de 54,31%. Esta é, portanto, a correção mais nítida até o momento.

bitcoin

As correções no atual ciclo de alta do Bitcoin duraram entre 14 e 35 dias, medindo entre 31,30% e 54,31%. Curiosamente, as correções no ciclo de 2017 duraram entre 13 e 34 dias.

Já toda a tendência de alta medindo a partir do fundo de dezembro de 2018 durou 887 dias. A parcela desde a alta histórica mede 153 dias.

No entanto, se assumirmos que a máxima de US$ 64.840 em 14 de abril foi o fim da tendência, esses números cairiam para 854 e 120 dias, respectivamente. Nesse caso, o tamanho do movimento após a alta histórica seria 2,45 vezes menor do que no movimento de 2017.

O artigo Correção do Bitcoin: comparando 2017 com o ciclo atual foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos