Mercado fechado

Coronavírus: Tribunais devem fazer balanço de mortes após governo atrasar divulgação

RIO DE JANEIRO, BRAZIL â JUNE 4 : Victims of Covid19 are buried in the cemetery of Inhauma, north of the city, on June 4, 2020 in Rio de Janeiro.Rio de Janeiro records more than 300 deaths by Covid-19 for the second day in a row; cases exceed 60 thousand. (Photo by Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images)

O Tribunal de Contas da União (TCU) e os tribunais de contas estaduais (TCEs) poderão consolidar dados diários de mortos e casos de contaminação por coronavírus após o Ministério da Saúde atrasar a divulgação e omitir informações nos balanços desta semana.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Os tribunais estaduais passariam a atuar junto às secretarias de saúde de cada Estado para recolher as informações diárias sobre a evolução da doença no país, até as 18h de cada dia. Em seguida, os dados seriam enviados ao TCU para a consolidação das informações.

O objetivo é garantir a total transparência e publicidade dos dados. O governo Bolsonaro tem sido criticado pela falta de transparência na comunicação de dados recentes de Covid-19.

Há três dias, os números vem sendo apresentados à imprensa por volta das 22h. A jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comemorou o atraso: “Acabou a matéria do Jornal Nacional?”. Anteriormente, a divulgação acontecia às 19h.

Na noite de sexta-feira (5), o site do ministério para coronavírus saiu do ar alegando “manutenção”. O governo ainda sinalizou que irá “recontar” as mais de 35 mil mortes por coronavírus.