Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,23
    -0,13 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.820,10
    -9,80 (-0,54%)
     
  • BTC-USD

    35.967,88
    +73,23 (+0,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,24
    -33,90 (-4,61%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.346,85
    -172,33 (-0,60%)
     
  • NASDAQ

    12.772,25
    -30,00 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3832
    -0,0094 (-0,15%)
     

Coronavírus: Cidades do interior registram 6 em cada 10 novos casos

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura

A maioria dos novos casos de coronavírus se concentra fora das regiões metropolitanas do Brasil. Seis em cada dez infecções foram registradas em cidades do interior, entre 29 de novembro e 5 de dezembro.

Segundo boletim do Ministério da Saúde publicado pelo portal UOL, a média chegou a 62%. Para efeito de comparação, na semana epidemiológica de 3 a 9 de maio a participação destes municípios era de 27%.

Leia também

Inicialmente, a pandemia se concentrou nas grandes cidades, porém se expandiu para outras regiões. Hoje, todos os 5.570 municípios do país têm pelo menos um caso registrado.

O Brasil registrou a maior média móvel de casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. Segundo dados das secretarias estaduais de Saúde, foram 47.439 diagnósticos diários, em média, nos últimos sete dias.

Em casos confirmados, 7.212.670 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, sendo 48.758 diagnósticos nas últimas 24 horas. A média subiu 15% em relação aos casos registrados duas semanas atrás, o que indica tendência de estabilidade.

A variação de mortes, porém, foi mais alta. As secretarias registraram 678 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 186.365 vítimas fatais desde o começo da pandemia. A média móvel nos últimos sete dias chegou a 746, crescimento de 27% em comparação à dos últimos 14 dias, representando tendência de elevação.

O DF e 18 estados apresentaram alta na média móvel de mortes: Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O número de mortes não caiu nem subiu significativamente em seis estados: Santa Catarina, São Paulo, Acre, Roraima, Bahia e Maranhão. Apenas duas unidades federativas registraram queda na taxa de óbitos: Tocantins e Piauí.