Mercado abrirá em 2 h 55 min

Coronavírus: Adolescente com paralisia morre após pai ser isolado na China

Trabalhadores preparam camas que serão utilizadas por pacientes isolados com suspeita de Coronavírus. (Foto: Getty Images)

Um adolescente de 16 anos com paralisia cerebral morreu em casa após seu pai ser colocado em quarentena por suspeita de Coronavírus, na China.

Yan Cheng tinha apenas seu pai como cuidador e ficou uma semana sozinho após ter o pai e irmão isolados em um hospital de Huajiahe, na província de Hubei, epicentro do surto. As informações são da BBC Brasil.

Leia também

De acordo com a imprensa local, o garoto teria se alimentado apenas duas vezes durante esses 7 dias. Após a confirmação da morte, o secretário local do Partido Comunista e o prefeito da cidade de Huajiahe pediram demissão.

O pai do adolescente usou a rede social Weibo para publicar um post explicando a situação e pedido ajuda para que seu filho fosse alimentado. As autoridades, segundo a mídia chinesa, anunciaram que seria aberto um inquérito para investigar o caso.

A paralisia cerebral se refere a um grupo de condições que aparecem na primeira infância e afetam o movimento e a coordenação. Os pacientes com paralisia cerebral podem ser severamente incapacitados.

MORTOS NA CHINA

China informa que o novo Coronavírus já infectou mais de 20,4 mil pessoas e causou 425 mortes. Um hospital construído às pressas em Hubei deu início ao tratamento de pacientes nessa segunda-feira (3). A unidade tem capacidade para aproximadamente 1.000 leitos, mas somente ontem o número de pacientes na província havia aumentado em mais de 2 mil.

O sistema médico da China está seriamente sobrecarregado com a expansão da epidemia.

RESTO DO MUNDO

Fora da China continental, 185 infecções pelo novo coronavírus foram confirmadas em 26 países e territórios.

Há 20 casos confirmados no Japão; 19 na Tailândia; 18 em Cingapura; 15 na Coreia do Sul; 15 em Hong Kong; 12 na Austrália e 11 nos Estados Unidos.

Taiwan e Alemanha têm 10 casos cada; Macau, 9; Malásia e Vietnã, 8 cada; França, 6; Emirados Árabes Unidos, 5, e Índia, 3.

O Canadá, a Itália, o Reino Unido, a Rússia e as Filipinas têm dois casos cada, ao passo que o Nepal, Camboja, Sri Lanka, a Finlândia, Suécia e Espanha têm um caso cada.