Mercado fechado

Coronavírus “não é uma situação alarmante” no Brasil, diz Bolsonaro

Poliana Santos
Coronavírus “não é uma situação alarmante” no Brasil, diz Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que o Ministério da Saúde foi mobilizado para tomar as previdências para evitar a chegada do coronavírus no País, e salientou que a epidemia não é uma situação alarmante.

Além disso, Bolsonaro informou que a pasta preparou um vídeo explicativo sobre o coronavírus. "Temos que nos preocupar, mas por enquanto nada de alarme", disse o presidente em entrevista à "TV Record".

"Estamos preocupados obviamente, mas não é uma situação alarmante. Não existe nenhum caso confirmado no Brasil. Estamos nos preparando para que, se tivermos (contágio) no Brasil, que seja atenuado", completou.

Coronavírus faz governo da China proibir viagens ao exterior

O governo da China decidiu no último sábado (25) de proibir as viagens turísticas de cidadãos chineses ao exterior. A decisão foi tomada pelo Executivo de Pequim para tentar conter a epidemia de coronavírus.

Atualmente 1.372 casos de contaminação por coronavírus foram confirmados na China. Há 41 mortes provocadas pelo vírus, entre as quais a de um médico que atendia pacientes infectados na cidade de Wuhan, de 11 milhões de habitantes, na província de Hubei.

A região é o foco central do surto da epidemia. Tanto que o próprio consulado dos Estados Unidos ordenou a evacuação de todos seus funcionários em Wuhan.

A suspensão das viagens turísticas ao exterior entrará in vigor a partir da próxima segunda-feira (27). Há doze países que já confirmaram casos de contágio pelo coronavírus:

  • Japão
  • Estados Unidos
  • França
  • Coreia do Sul
  • Austrália

Além da proibição de viagens, todos os veículos foram proibidos de circular pelas estradas de Wuhan a partir deste domingo (26), com a excepção dos carros oficiais e caminhões de carga.

O presidente chinês, Xi Jinping, declarou neste sábado que o país asiático está enfrentando uma "situação grave". O Comitê Permanente do Politburo da China se reuniu para discutir a situação e elaborar planos de resposta para o  coronavírus.