Mercado abrirá em 3 h 2 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,41
    +0,11 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.755,20
    +5,40 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    42.684,35
    -1.407,12 (-3,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.054,34
    -54,58 (-4,92%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.062,13
    -16,22 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.225,75
    -77,75 (-0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2224
    -0,0026 (-0,04%)
     

Coronavírus gera disputa entre gigantes do sabão em pó

·1 minuto de leitura
Foto: Daniel Reinhardt/picture alliance via Getty Images
Foto: Daniel Reinhardt/picture alliance via Getty Images

O novo coronavírus provocou uma queda de braço entre duas gigantes da indústria de sabão em pó. A Unilever, dona da marca Omo, foi à Justiça pedir para a Química Amparo, fabricante do Tixan-Ypê, suspender a venda de uma linha de produtos que promete matar um vírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A embalagem que incomodou a multinacional não menciona diretamente o nome do novo coronavírus, mas a ilustração do pacote remete ao causador da Covid-19 e traz mensagem dizendo que o sabão é capaz de destruir a camada externa de gordura.

Leia também

Segundo as palavras da Unilever no processo, o caso provoca um “cavalo de pau na concorrência" neste momento em que os consumidores estão em alerta por causa da pandemia.

A disputa também foi parar no Conar (órgão de regulamentação publicitária), que diz ter um processo em tramitação envolvendo a marca, mas não comenta o caso. Procurada pela reportagem, a Ypê afirma que "está prestando todos os esclarecimentos solicitados pelo Conar".

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos