Mercado abrirá em 5 h 58 min

Coronavírus | Funcionários do Apple Park também aderem ao home office

Nathan Vieira

Nesta sexta-feira (6), a Apple recomendou que os funcionários de sua sede no Vale do Silício trabalhem em casa por precaução quanto ao novo coronavírus (causador da COVID-19), o que a encaixa numa lista crescente de empresas que instituem novas políticas de trabalho remoto por causa do surto. Acontece que, atualmente, existem 20 casos confirmados de coronavírus no município de Santa Clara Valley em Cupertino, nos EUA, onde muitas empresas de tecnologia como Google e Apple estão localizadas.

De acordo com o Business Insider, os funcionários de Santa Clara Valley - a localização da sede da Apple receberam recomendações para trabalhar em casa. A Apple está sediada em Cupertino, no coração do Vale do Silício, onde várias outras grandes empresas de tecnologia também estão introduzindo novas políticas de trabalho remoto. O Facebook recomenda que os funcionários da Bay Area trabalhem em casa, enquanto o Google apresentou o home office como uma opção.

Coronavírus tem impacto em várias grandes empresas

A Amazon e o Facebook já pediram a seus funcionários de Seattle para trabalhar remotamente, e o Twitter fez o mesmo pedido para quase 5.000 funcionários. Vale lembrar que a cadeia de suprimentos de hardware da Apple é fortemente dependente da China e enfrentou perturbações como resultado do surto global. A empresa anteriormente restringiu todas as viagens à China para seus funcionários e fechou várias lojas no país.

O impacto do coronavírus atingiu várias grandes empresas, de diferentes maneiras. Todos os escritórios do Google na China continental — incluindo Pequim, Guangzhou e Xangai — foram fechados em janeiro. A empresa confirmou que unidades em Hong Kong e Taipei são afetadas de forma semelhante.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: