Mercado fechado

Coronavírus deve reduzir investimento em TI em "apenas" 4% este ano, diz pesquisa

Por Gertrude Chavez-Dreyfuss
.

Por Gertrude Chavez-Dreyfuss

NOVA YORK (Reuters) - Companhias de todo o mundo cujas receitas estão sendo atingidas pela pandemia de coronavírus planejam reduzir o investimento em tecnologia neste ano em até 4,1%, segundo pesquisa da empresa norte-americana Enterprise Technology Research (ETR).

A queda é menor que a esperada porque muitas companhias pretendem acelerar os investimentos para permitir que seus funcionários trabalhem remotamente diante das quarentenas decretadas por muitos governos ao redor do globo.

A queda estimada nos investimentos em TI é de entre 3,7% e 4,1% em 2020, segundo pesquisa da ETR realizada este mês com 1.300 diretores de tecnologia e outros executivos de alto escalão.

Sagar Kadakia, diretor de pesquisa da ETR, afirmou que considerando o fato da pandemia ter arrasado a economia global por meio da eliminação forçada da demanda dos consumidores, o declínio nos investimentos em tecnologia não é tão acentuado quanto muitos pensaram inicialmente.

Isso ocorre porque muitas empresas indicaram aumento no investimento em TI para melhorarem suas infraestruturas de trabalho remoto, de uma participação de 1% para mais 30% de seus orçamentos anuais com tecnologia, disse Kadakia.

Cerca de 21% das empresas na consultadas na pesquisa da ETR indicaram que vão aumentar investimento por causa do vírus.