Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.274,53
    +970,96 (+2,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Coronavírus consegue atacar sistema hormonal, o que pode explicar casos graves

·2 min de leitura

Na busca por compreender os efeitos e complicações do vírus da covid-19 no organismo, pesquisadores da Alemanha e da Suíça descobriram que o coronavírus SARS-CoV-2 também pode infectar, diretamente, as glândulas adrenais e, consequentemente, o sistema hormonal dos pacientes. Outros estudos já verificaram a presença do agente infeccioso no cérebro humano, por exemplo.

Publicado na revista científica The Lancet, o novo estudo identificou a presença do material genético do vírus da covid-19 em mais da metade das glândulas adrenais de pessoas analisadas que faleceram em decorrência da infecção. No total, foram verificadas 40 amostras do tecido, coletadas na Alemanha e na Suíça. Segundo os pesquisadores, 53% delas continham sinais do coronavírus.

Pesquisadores identificaram que o vírus da covid-19 pode afetar diretamente o sistema hormonal dos pacientes (Imagem: Reprodução/Kjpargeter/Freepik)
Pesquisadores identificaram que o vírus da covid-19 pode afetar diretamente o sistema hormonal dos pacientes (Imagem: Reprodução/Kjpargeter/Freepik)

Risco da covid para o sistema hormonal

No organismo, as glândulas adrenais — também chamadas de suprarrenais — respondem pela principal fonte de glicocorticoides. Estes são conhecidos por serem hormônios esteroides naturais do corpo e têm funções anti-inflamatórias, o que ajuda a impedir a sepse — um quadro marcado pela inflamação generaliza e comum em casos graves da covid-19.

Inclusive, os pesquisadores afirmam, no artigo, que "os pacientes com insuficiência adrenal pré-existente são aconselhados a dobrarem suas doses de suplementação de glicocorticoides após o desenvolvimento de formas moderadas a mais graves da covid-19".

Além disso, o estudo ainda sugere que o comprometimento das glândulas adrenais pode contribuir com a lenta recuperação de alguns pacientes que foram gravemente infectados pelo coronavírus. Isso porque alguma disfunção nas adrenais pode afetar o equilíbrio do organismo, já que também são responsáveis pela produção de outros hormônios, como adrenalina, cortisol, noradrenalina e testosterona.

Sistema hormonal e os coronavírus

Antes mesmo da covid-19, a ciência sabe que as glândulas adrenais podem ser alvos de ataques de bactérias e vírus. No caso dos coronavírus, já foi relatada que elas podem ser contaminadas pelo vírus SARS-CoV, causador de uma epidemia entre os anos de 2002 e 2004, na Ásia.

Em comum, tanto o SARS-CoV e o SARS-CoV-2 compartilham os mesmos receptores usados para invadir células saudáveis nas glândulas adrenais. "Nosso estudo mostra que a glândula adrenal é um alvo proeminente para a infecção viral e dano celular subsequente, o que poderia desencadear uma predisposição para disfunção adrenal", explicam os autores.

"Ainda não está claro se essas alterações contribuem diretamente para a insuficiência adrenal observada em alguns pacientes com a covid-19 ou levam a suas complicações (como a pós-covid). Grandes estudos clínicos multicêntricos devem abordar essa questão", completam, sobre a necessidade de outras pesquisas sobre o tema.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos