Mercado abrirá em 4 h 11 min

Coronavírus | Claro oferecerá mais Internet na banda larga e em planos móveis

Redação

Conforme noticiamos mais cedo, muitas operadoras estão cancelando a franquia de dados mundo afora, como consequência da pandemia causada pelo novo coronavírus. Agora, foi a vez da Claro se posicionar sobre a questão.

Em comunicado à imprensa, a operadora diz que vai conceder a partir deste sábado (14), uma série de iniciativas que incluem clientes e até quem não tem serviços contratados, no intuito de manter as pessoas conectadas e informadas durante todo o período de combate ao vírus.

Como funciona na banda larga fixa

De acordo com o comunicado, a operadora aumentará gradativamente a velocidade para todos os assinantes da Banda Larga fixa. Isso significa que, além da normalmente contratada, a ampliação será concedida sem custo extra aos clientes.

É importante dizer, no entanto, que as medidas serão implantadas aos poucos. Além disso, a demanda adicional virá em período diurno, quando a rede costuma operar abaixo da capacidade, já que as pessoas estariam trabalhando ou na escola. Com isso, a operadora espera que as velocidades médias aumentem durante a manhã.

Como funciona na rede móvel

Já para a rede móvel, a Claro avisa que adotará a concessão gradativa de bônus de Internet para quem possui o plano pós-pagos.

Os clientes pré-pagos que consumirem toda a franquia poderão ganhar um bônus diário de 100MB para continuar navegando. Para isso, deverão assistir à campanha de conscientização produzida pelo Ministério da Saúde sobre o coronavírus.

Os clientes dos planos pré-pagos semanais e mensais também receberão bônus que permitam expandir sua conectividade no período da oferta.

Além disso, todos os assinantes da operadora também poderão acessar de forma ilimitada, sem qualquer custo ou desconto na franquia de Internet do plano, ao aplicativo Coronavirus SUS, desenvolvido pelo Ministério da Saúde. Disponível para Android e IOS, o app oferece informações de utilidade pública, dicas de prevenção e um mapa dos postos públicos de saúde mais próximos. Para saber como a aplicação funciona, clique no link abaixo:

E quem não é cliente da Claro?

Para quem não é cliente, a Claro vai liberar a rede de Wi-Fi disponível em locais públicos, tais como aeroportos, parques e restaurantes. O acesso pode ser feito por meio da rede #NET-CLARO-WIFI, que terá conexão concedida por tempo limitado para quem aceitar a exibição dos vídeos de prevenção disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Extras

A operadora também disponibilizará mais canais e conteúdos de interesse aos clientes de TV por assinatura, reforçando as fontes de informação e entretenimento para quem estará em casa. De acordo com o Claro, a abertura de canais já começou neste fim de semana e terá validade por tempo indeterminado, conforme política acordada com cada programadora.

Clientes da Claro sem TV por Assinatura também terão acesso à programação jornalística de alguns canais via app do NOW, de forma gratuita e universal. Na próxima semana, a operadora divulgará uma página informativa com todos os canais e conteúdos liberados, com o período autorizado para cada um deles.

Já os clientes Claro Clube que adquiriram ingressos para eventos esportivos ou culturais que foram cancelados terão seus pontos estornados. A operadora seguirá as determinações dos órgãos públicos de saúde para definir a eventual suspensão da programação de seus teatros e cinemas e manterá o público informado em suas redes sociais.

A Nextel, que agora faz parte da Claro, também está avaliando como potencializar a conectividade nos planos móveis de seus clientes e anunciará em breve como os benefícios chegarão aos seus clientes.

E aí, você é cliente Claro? O que achou destas medidas?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: