Mercado fechado

Coronavírus: cerveja Corona sofre prejuízos por conta da epidemia

Giovanna Oliveira
Coronavírus: cerveja Corona sofre prejuízos por conta da epidemia

A Constellation Brands (NYSE: STZ), fabricante da cerveja Corona, está sofrendo os impactos do aumento do número de casos de coronavírus. O prejuízo está ocorrendo pois muitas pessoas estão associando o nome da bebida à doença.

Desde o início do surto de coronavírus, o número de buscas por "vírus da cerveja Corona" na internet cresceu, conforme informações da empresa de pesquisa britânica "YouGov". Como consequência, somente nesta semana, as ações da Constellation Brands, negociadas na bolsa de valores de Nova York, já caíram cerca de 13%.

Desde a semana passada, a desvalorização dos papéis da companhia se aproxima de 20%. Por volta das 17h10 desta sexta, as ações estão operando em baixa de 4,19%, a US$ 168,59.

A pesquisa realizada pela companhia apontou ainda que a percepção sobre a marca caiu de 75, no início do ano, para 51. O indicador analisa se os cidadãos norte-americanos que conhecem a cerveja ouviram coisas positivas ou negativas sobre ela.

Além disso, segundo a agência 5W Public Relations, 38% da população dos Estados Unidos afirmou que não compraria o Corona "sob nenhuma circunstância". Além disso, outros 14% afirmaram que não pediriam a cerveja em público.

Por outro lado, o jornalista de dados comerciais da YouGov, Graeme Bruce, salientou que parte das quedas também pode estar relacionada ao inverno no hemisfério norte. Afinal, a cerveja é vendida como um produto para ser consumido em temperaturas altas.

Avanço do coronavírus

Nesta sexta-feira (28), a Organização Mundial da Saúde (OMS) uma nova classificação para o coronavírus, colocando o risco de epidemia global como 'muito alto'.

Leia também: Coronavírus pode prejudicar economia britânica, diz Banco da Inglaterra

De acordo com os dados divulgados pela OMS, a China registrou 329 casos nas últimas 24 horas. Este foi o menor número de casos dos últimos 30 dias. Atualmente, o país asiático registrou 78.959 casos do vírus. Ademais, até agora são 2.791 vítimas em território chinês.

Nesta semana, o Brasil confirmou o primeiro caso da doença. Além disso, nas últimas 24 horas, Nova Zelândia e Nigéria também confirmaram os primeiros casos de coronavírus. A Coreia do Sul ultrapassou a marca de 2,3 mil pessoas infectadas, tendo 571 novos casos confirmados desde a última quinta-feira (27). Já são 13 mortes no país.