Mercado abrirá em 9 h 10 min

Coronavírus cancela principal feira agrícola do Centro-Oeste

MARCELO TOLEDO

RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - A Comigo, organizadora da Tecnoshow Comigo, feira agrícola sediada em Rio Verde (GO), anunciou nesta sexta-feira (13) a suspensão por tempo indeterminado do evento deste ano.

De acordo com a organização, a medida foi tomada por causa da "situação atual que envolve a questão do coronavírus no país e no mundo", além de atender orientações de autoridades sanitárias.

A feira agrícola, considerada a maior de tecnologia rural da região Centro-Oeste e uma das principais do país, seria realizada entre os dias 30 de março e 3 de abril, no ITC (Instituto de Ciência e Tecnologia), em Rio Verde.

Ela reuniu 118 mil visitantes em 2019 e movimentou R$ 3,4 bilhões em negócios, segundo a organização. Realizada numa área de 60 hectares (o equivalente a 84 campos de futebol padrão Fifa), teve 580 expositores.

O comunicado, assinado pelo presidente da Comigo, Antonio Chavaglia, diz ainda que a decisão da cooperativa segue um dos princípios que norteiam o cooperativismo, que é o "interesse pela comunidade".

"Lamentamos profundamente o fato, mas neste momento é vital unir esforços para conter a escalada da doença e proteger a população, evitando aglomerações de pessoas, já que era esperado um público de aproximadamente 120 mil pessoas nos cinco dias", diz o comunicado.

A decisão da cooperativa goiana difere do posicionamento adotado por outros eventos agrícolas no país.

A Agrishow (Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação) está mantida em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo), segundo comunicado emitido nesta semana pela organização.

A posição é a mesma adotada pela ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu), que descartou alterar a Expozebu deste ano devido ao coronavírus.

Programada para ocorrer entre os dias 25 de abril e 3 de maio, a principal feira de gado zebu do país prevê atrair cerca de 300 mil visitantes ao parque Fernando Costa, em Uberaba (MG). Em 2019, mais de 500 compradores estrangeiros visitaram o evento.

"Já passamos por outras situações parecidas, com o H1N1, e conseguimos superar. Estou tranquilo quanto a isso e recentemente comemoramos os 200 anos de Uberaba, com público no estádio Uberabão, e tivemos Carnaval, tudo sem problemas", disse o presidente da ABCZ, Rivaldo Machado Borges Junior.

A cidade mineira tem casos suspeitos da doença. O prefeito Paulo Piau (MDB) disse que ela está preparada e segue todos os protocolos do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial de Saúde). Segundo ele, o mundo não pode parar por causa da doença.

"Até a Expozebu muita coisa vai progredir. Estou otimista", disse Borges Junior.