Mercado abrirá em 5 h 34 min
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,53 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,54
    +0,15 (+0,20%)
     
  • OURO

    1.890,50
    +13,90 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    22.767,71
    -603,61 (-2,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,76
    -14,09 (-2,63%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,89 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.173,51
    -486,96 (-2,25%)
     
  • NIKKEI

    27.693,65
    +184,19 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    12.575,25
    -48,75 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5382
    -0,0003 (-0,01%)
     

Corning revela Gorilla Glass Victus 2 com resistência aprimorada

A Corning, empresa responsável por tecnologias que aumentam a resistência de vidros em telas de celulares e outros eletrônicos, acaba de apresentar a segunda geração do Gorilla Glass Victus. A versão chega dois anos após o Victus original, com melhorias que acompanham a evolução dos smartphones.

Nova tecnologia Gorilla Glass Victus deve melhorar resistência da tela dos celulares (Imagem: Divulgação/Corning)
Nova tecnologia Gorilla Glass Victus deve melhorar resistência da tela dos celulares (Imagem: Divulgação/Corning)

A marca apontou que o tamanho dos celulares aumentou em cerca de 10% ao longo dos últimos anos, o que causou um acréscimo de peso próximo a 15%. Na prática, isso significa que há mais energia envolvida em um choque físico com o chão, por exemplo.

De acordo com testes realizados pela Corning, a nova geração da tecnologia Victus é capaz de sobreviver a quedas de um metro em concreto, que é um dos materiais mais duros e perigosos para os celulares.

Porém, esta altura varia de acordo com a superfície em que acontece o impacto — a empresa garantiu segurança em quedas de até dois metros no asfalto, por exemplo. Carpetes e outros materiais mais macios devem representar menos riscos para o dispositivo.

Para obter estes dados, a Corning fez uma série de testes internos, com lixas que possuem diferentes níveis de asperidade. Porém, no mundo real, a mistura de diferentes materiais cria superfícies desiguais, e qualquer parte mais pontiaguda pode representar uma quebra na tela do celular.

Testes foram feitos em concreto e outras superfícies (Imagem: Divulgação/Corning)
Testes foram feitos em concreto e outras superfícies (Imagem: Divulgação/Corning)

Além de oferecer uma solução eficiente contra choques físicos intensos, as telas também precisam ser resistentes a riscos. Em geral, itens normalmente encontrados no bolso ou em mochilas ainda podem representar perigo em alguns casos.

Em relação a isso, a empresa afirmou que alcançou um resultado equilibrado, que deverá manter as telas intactas por um período relativamente longo. Ademais, uma construção de “sanduíche de vidro” promete oferecer proteção também na parte traseira dos smartphones.

A empresa não informou quais modelos de celulares receberão o Gorilla Glass Victus 2, mas a tecnologia deve chegar ao longo dos próximos meses. Em seu site oficial, a Corning tem uma lista de todos os aparelhos que já trazem suas soluções.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: