Mercado fechará em 4 h 8 min
  • BOVESPA

    121.492,35
    +786,45 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.258,59
    +429,28 (+0,88%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,05
    +1,23 (+1,93%)
     
  • OURO

    1.838,40
    +14,40 (+0,79%)
     
  • BTC-USD

    51.106,96
    +1.437,79 (+2,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.426,91
    +68,35 (+5,03%)
     
  • S&P500

    4.162,40
    +49,90 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.286,11
    +264,66 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.342,50
    +242,25 (+1,85%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3766
    -0,0359 (-0,56%)
     

Corinthians voltará à Neo Química Arena após 41 dias, e Mancini destaca: 'Sempre motivo de alegria'

Fábio Lázaro
·2 minuto de leitura


Dia 7 de março de 2021, essa foi a data da última vez que o Corinthians entrou em campo no seu estádio, a Neo Química Arena, em Itaquera. Nesta sexta-feira (16), o Timão voltará a jogar em sua casa. Quarenta e um dias depois, o clube recebe o São Bento, às 20h, em jogo adiantado da sétima rodada do Campeonato Paulista.

O compromisso que antecedeu a partida contra a equipe de Sorocaba, no estádio corintiano, foi a vitória, de virada, por 2 a 1, sobre a Ponte Preta, pela terceira rodada do Paulistão.

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

Após a vitória por 2 a 1, de virada, sobre a Ponte Preta, pela terceira rodada do Campeonato Paulista, o Timão até chegou a ser mandante em uma oportunidade, no dia 26 de março, quando enfrentou o Retrô-PE, em jogo único, válido pela segunda fase da Copa do Brasil, mas como o Estado de São Paulo vivia a fase emergencial de contensão ao novo coronavírus os jogos de futebol ficaram proibidos e a partida, que terminou empatada em 1 a 1, com os corintianos avançando nos pênaltis, foi disputada na cidade de Saquarema, no Rio de Janeiro.

No total, foram seis jogos longe da Arena Corinthians, contra São Caetano, Mirassol, Guarani e Ferroviária, pelo Paulistão, e Salgueiro-PE e Retrô-PE, pela Copa do Brasil.

O técnico Vagner Mancini vê com otimismo a volta do Timão a Itaquera.

– É importante você voltar a jogar no seu estádio. Se não me falhe a memória, esse foi o sexto jogo fora de casa, a gente sente falta, porque é o campo que a gente já está acostumado, um campo rápido, a grama boa, então durante esse período de seis jogos a gente jogou em alguns gramados diferentes do nosso, que requer uma adaptação de jogo, as vezes você tem que mudar o seu plano de jogo – disse o profissional em entrevista coletiva virtual realizada nesta terça-feira (13), após a derrota, de virada, por 2 a 1, para a Ferroviária, em jogo adiantado da nona rodada do Campeonato Paulista.

O treinador corintiano exemplifica a situação relacionando com o estado do gramado.

– Por exemplo, em um campo ruim ou pesado, com bola aérea, com mais divididas, campo mais pesado, então voltar jogar na Arena é sempre um motivo de alegria para nós, e sexta e domingo temos a oportunidade de votar, de nos apresentarmos bem – explicou Mancini.

Além do duelo contra o São Bento, o Timão também joga na Neo Química Arena no domingo (18), às 22h, contra o Ituano, pela sexta rodada do Estadual. A tendência é que contra o Galo de Itu o time seja diferente do que contra a agremiação sorocabana.

Após os compromissos locais, o Corinthians voltará a jogar fora de casa, na quinta-feira (22), às 21h30, quando estreia na Copa Sul-Americana, contra o River Plate (PAR), no estádio Defensores del Chaco, em Assunção.