Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.158,05
    -98,16 (-0,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Corinthians vence o Palmeiras no Brasileiro Feminino e é tricampeão

·2 minuto de leitura


O Corinthians venceu o Palmeiras por 3 a 1 e sagrou-se tricampeão do Campeonato Brasileiro Feminino. O segundo jogo da final foi disputado na Neo Química Arena, e Agustina (contra), Adriana e Vic Albuquerque marcaram os gols que garantiram o título alvinegro. Camilinha diminuiu para o Verdão. No agregado, o placar foi de 4 a 1.

Timão superior

O duelo começou com o Palmeiras atacando e marcando melhor, já que precisava vencer se quisesse ficar com a taça. Aos 10', Júlia Bianchi soltou uma bomba de fora da área e a bola passou por cima da meta de Kemelli. Pouco depois, o Timão respondeu com Adriana, que finalizou cara a cara com Jully.

Não demorou muito para o Corinthians começar a encaixar boas jogadas e abrir o marcador. Aos 22', após falha no setor defensivo, Adriana avançou com velocidade pela direita, invadiu a área, tirou da goleira Jully e bateu cruzado. Agustina, na tentativa de cortar, empurrou para dentro da própria meta. Gol contra.

A partir daí, só deu Corinthians. As meninas do Timão trabalhavam a bola sem dificuldade no ataque, enquanto as palmeirenses erravam passes e pecavam na marcação. Aos 32', Adriana ampliou o placar com um golaço no ângulo. Cinco minutos depois, de costas, Vic Albuquerque matou a bola no peito e emendou uma bicicleta para fazer o terceiro.

Segundo tempo

Emocionalmente abaladas, as palmeirenses voltaram para o segundo tempo com apenas uma mudança: Duda Santos na vaga de Tainara. Nos primeiros minutos, as equipes não encontravam espaço para jogadas perigosas. Aos 13', no entanto, Vic Albuquerque recebeu sozinha na entrada da área e marcou, mas a arbitragem assinalou impedimento.

Com o placar elástico, o Corinthians se acomodou no jogo, enquanto o Verdão conseguiu se reorganizar. Aos 29', Camilinha marcou um golaço. A bola acertou o travessão antes de entrar. O Verdão corria contra o relógio, mas não conseguiu reverter o placar e ficou com o vice-campeonato.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 3 x 1 PALMEIRAS

Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Data e horário: 26 de setembro de 2021, às 21h00
Árbitra: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (SP)
VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)
Gols: Agustina (contra, 22'/1°T) (1-0), Adriana (32'/1°T) (2-0), Vic Albuquerque (37'/1°T) (3-0), Camilinha (29'/2°T) (3-1)
Cartão Amarelo: Júlia Bianchi

CORINTHIANS
Kemelli, Katiuscia, Giovanna Campiolo, Erika, Yasmim; Ingryd (Diany 20'/1°T), Gabi Zanotti (Grazi 38'/2°T), Gabi Portilho (Miriã 38'/2°T), Tamires; Vic Albuquerque (Juliete 20'/1°T), Adriana. Técnico: Arthur Elias

PALMEIRAS
Jully, Thais, Katrine (Ottilia37'/2°T), Tainara (Duda Santos, intervalo), Agustina, Bruna (Rafa Andrade 33'/2°T); Carol, Camilinha, Ary, Júlia Bianchi, Maria Alves. Técnico: Ricardo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos