Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.740,59
    -696,05 (-1,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Corinthians sofre sua pior derrota em competições continentais

·1 minuto de leitura


O Corinthians teve uma de suas noites mais sombrias na história das competições continentais que disputou. A goleada de 4 a 0 sofrida para o Peñarol, no Uruguai, nesta quinta-feira, foi a pior derrota do clube em jogos oficiais por torneios sul-americanos. Além da eliminação na Copa Sul-Americana, o torcedor corintiano precisa lidar com essa marca negativa.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Sul-Americana-2021 clicando aqui

GALERIA
> Fagner 400 jogos! Veja jogadores que mais vestiram a camisa do Corinthians

Segundo o Almanaque do Timão, do jornalista Celso Unzelte, o Timão nunca havia perdido por quatro ou mais gols de diferença em competições continentais, ou seja, Copa Conmebol, Copa Mercosul, Copa Libertadores, Recopa e Copa Sul-Americana, tamanha o resultado negativo no Uruguai.

A pior derrota até então havia sido para o San Lorenzo, da Argentina, fora de casa, por 4 a 1, pela Copa Mercosul, em 2001. Ao todo, foram 57 derrotas corintianas na história desses cinco torneios, a nona na Copa Sul-Americana.

Com o resultado, o Timão foi eliminado da competição com duas rodadas de antecedência e agora cumpre tabela contra Sport Huancayo e River Plate-PAR. No final de semana, o clube volta suas atenções para a disputa da semifinal do Paulistão, que é o torneio que parece ter sido priorizado neste momento.