Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,33
    +0,25 (+0,34%)
     
  • OURO

    1.775,10
    -8,30 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    34.901,32
    +1.424,79 (+4,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    839,18
    +52,56 (+6,68%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.359,00
    +96,00 (+0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8632
    -0,0653 (-1,10%)
     

Corinthians perde Fábio Santos suspenso e tem conta alta a pagar por cartões na Sul-Americana

·2 minuto de leitura


O Corinthians foi eliminado da Copa Sul-Americana na última quinta-feira ao ser goleado por 4 a 0 pelo Peñarol, no Uruguai. No entanto, o resultado e a participação do clube na competição não trazem apenas consequências esportivas, mas também financeiras. Além de perder Fábio Santos, suspenso, terá de arcar com os custos dos cartões levados pelos seus jogadores.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Sul-Americana-2021 clicando aqui

GALERIA
> Fagner 400 jogos! Veja jogadores que mais vestiram a camisa do Corinthians

Com o amarelo que tomou na partida em Montevidéu, o lateral-esquerdo acumulou três na fase de grupos e não poderá enfrentar o Sport Huancayo-PER, na próxima quinta-feira, na Neo Química Arena, quando o Timão cumprirá tabela, já que não tem mais chances de classificação para as oitavas de final.

Além dos três cartões que Fábio Santos levou, o Corinthians teve oito jogadores advertidos, sendo que Cantillo levou dois e está pendurado. Gil, Bruno Méndez, Fagner, João Victor, Raul Gustavo, Otero e Jô são os outros atletas que levaram amarelo em quatro rodadas da competição, totalizando 12 advertências.

Acontece que além da suspensão, os cartões custam dinheiro aos clubes. Cada amarelo é acompanhado de uma conta de 400 dólares (R$ 2,1 mil na cotação atual) cobrados pela Conmebol. Assim, os 12 amarelos acumulados pelo time já geram um custo de 4,8 mil dólares (R$ 25,3 mil) para o Corinthians.

Nas fases seguintes, até a semifinal, o custo de um cartão amarelo passa a ser de 500 dólares (R$ 2,6 mil), e na final será de 2 mil dólares (R$ 10,5 mil). Etapas da competição que o Timão não correrá esse risco, já que está eliminado e só terá mais duas partidas pela fase de grupos a cumprir, nas quais ainda pode aumentar essa conta com Conmebol. Será preciso torcer para o câmbio baixar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos