Mercado abrirá em 3 h 8 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,15
    +0,07 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.781,10
    -2,30 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    33.329,41
    -594,18 (-1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    805,42
    -4,77 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.094,82
    +20,76 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.349,50
    +86,50 (+0,61%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

Corinthians mostra dificuldade quando enfrenta clubes de Série A ou estrangeiros na temporada

·2 minuto de leitura


A goleada sofrida pelo Corinthians diante do Peñarol, na última quinta-feira, reacendeu uma dúvida no torcedor corintiano: será que neste momento o time tem condições de bater de frente com adversários de alto nível? A subjetividade do futebol não permite que essa pergunta seja respondida de forma exata, mas os números desta temporada contra clubes de Série A e estrangeiros mostram que essa dificuldade é real, o que acende o sinal de alerta no Paulistão.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

GALERIA
> Fagner 400 jogos! Veja jogadores que mais vestiram a camisa do Corinthians

Entre os jogos válidos pela temporada 2021, o Timão duelou oito vezes com oponentes da elite do futebol brasileiro ou de fora do país, e venceu apenas em duas oportunidades: diante do Santos, que jogou com reservas, e diante do Sport Huancayo-PER, que é um adversário bastante limitado tecnicamente.

Nas outras partidas foram quatro empates (Red Bull Bragantino, Palmeiras, River Plate-PAR e São Paulo) e duas derrotas (duas vezes para o Peñarol-URU). Isso representa um aproveitamento de somente 41,7% dos pontos disputados, desempenho bem fraco se pensarmos no tamanho do Corinthians.

O número de gols nesses duelos também chamam a atenção. O Corinthians marcou nove e sofreu dez, ou seja, tem saldo negativo, muito por conta da goleada sofrida para o Peñarol por 4 a 0, pela Copa Sul-Americana. Em quatro desses jogos o Timão não conseguiu balançar a rede do oponente: Red Bull Bragantino (0 a 0), River Plate-PAR (0 a 0) e Peñarol (0 a 2 e 0 a 4).

Não à toa o Alvinegro foi eliminado com duas rodadas de antecedência na fase de grupos da Sula. As partidas contra o Peñarol mostraram bem a diferença de nível atual entre as duas equipes e ligaram definitivamente o sinal de alerta para o futuro do clube nesta temporada, inclusive para as finais do estadual.

Até aqui, antes da fase semifinal, o Corinthians teve uma vida relativamente tranquila no Paulistão, sendo derrotado apenas uma vez, pela Ferroviária, fora de casa. Naquela que foi uma exceção na campanha consistente do time. Mas é preciso levar em conta o nível dos adversários, em sua maioria equipes que não estão na Série A do Brasileirão, o que pode medir o patamar corintiano.

Para garantir mais um título paulista para a sua coleção, o Timão precisará necessariamente passar um desafio com clube da elite nacional e terá de se provar competente para tal, a fim de entender o que o futuro reserva no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil, em que o troféu é uma utopia.

Corinthians contra clubes de Série A e estrangeiros na temporada 2021:

8 jogos
2 vitórias (Santos e Sport Huancayo-PER)
4 empates (Red Bull Bragantino, Palmeiras, River Plate-URU e São Paulo)
​2 derrotas (duas para o Peñarol-URU)
41,7% de aproveitamento
​9 gols marcados
10 gols sofridos

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos