Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.564,44
    +1.852,44 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.399,80
    +71,60 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,29
    -0,34 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.787,10
    +2,80 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    57.417,93
    +3.355,93 (+6,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.457,26
    +51,96 (+3,70%)
     
  • S&P500

    4.167,59
    +2,93 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    34.230,34
    +97,31 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.039,30
    +116,13 (+1,68%)
     
  • HANG SENG

    28.417,98
    -139,16 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.812,63
    -241,37 (-0,83%)
     
  • NASDAQ

    13.484,00
    -7,00 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4268
    -0,1125 (-1,72%)
     

Corinthians joga mal, 'acha' um gol e bate o Guarani em noite de Cássio

Alexandre Guariglia
·4 minuto de leitura


Mais uma vez, Cássio mostrou sua grandeza e foi essencial para a vitória por 1 a 0 do Corinthians sobre o Guarani, neste domingo, em Campinas. O goleiro foi o herói corintiano ao evitar pelo menos dois gols certos do adversário, que jogou melhor, mas acabou levando o tento do jovem Cauê, que aproveitou rebote para balançar a rede pela primeira vez defendendo o Alvinegro. Time de Vagner Mancini segue tranquilo na liderança do Grupo A do Paulistão-2021.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

Primeiro tempo duro de assistir e sem mudança no placar

Logo no começo do jogo, o Timão ensaiou uma marcação adiantada e pressão na saída do adversário, mostrando que poderia controlar a partida, mas durou pouco e o Bugre passou a dar as cartas no duelo. O time da casa aparecia com mais perigo e parecia melhor organizado, mas pecava na conclusão das jogadas, errando passes, cruzamentos e sem conseguir finalizar para o gol.

O Corinthians, por sua vez, pelo menos conseguiu chutar para o gol, mas a melhor chance aconteceu somente aos 36 minutos da etapa inicial, quando Varanda recebeu na esquerda e achou Vitinho, que deixou para Gabriel rolar para Ramiro chutar forte de fora da área, porém a bola passou por cima do travessão. Pouco antes, Cauê chutou de longe, nas mãos do goleiro bugrino.

Sem conseguir criar jogadas do meio para frente e tocando muito a bola para trás, o Timão fez um primeiro tempo lamentável, em que Bruno Méndez foi o grande destaque. Já o Guarani passou a impressão de uma equipe bem postada e que se tivesse mais qualidade individual, teria ido para o intervalo com uma vantagem significativa no placar, que acabou ficando no 0 a 0.

Segundo tempo com o Guarani melhor, mas com vitória corintiana

Na volta dos vestiários, Mancini trocou Ramiro por Cantillo na tentativa de explorar passes verticais e na criação, mas o que se viu foi a fragilização da marcação no setor esquerdo da defesa corintiana e o Guarani dominando os primeiros 12 minutos da segunda etapa. Nesse período, foram três finalizações do time campineiro, além de levar constante perigo em cada ataque tentado. Cássio e a trave salvaram o Alvinegro de ficar em desvantagem na partida.

Enquanto isso, o Corinthians não conseguia criar, nem finalizar. Dessa forma, Otero e Léo Natel entraram nos lugares de Varanda e Gustavo Mosquito, respectivamente. Mas quem teve a primeira boa jogada na sequência foi o Guarani, com Bruno Sávio, que primeiro foi parado por Cássio e depois chutou por cima. Em seguida, Júlio César errou o último passe e o lance não vingou.

Quando era praticamente improvável a abertura do placar por parte do Corinthians, o time de Vagner Mancini "achou" um gol. Léo Natel fez jogada pela direita, arriscou o cruzamento, que desviou no marcador, bateu no travessão, e sobrou no rebote para o jovem Cauê balançar a rede pela primeira vez com a camisa corintiana. Um castigo para o Bugre, que estava bem melhor.

O baque mexeu com a equipe da casa, que não mais conseguiu acertar lances simples, tampouco levar perigo para a defesa alvinegra. Com a vantagem no placar, Mancini fortaleceu o meio-campo com Camacho e passou a controlar o jogo como não havia conseguido antes. Em meio a uma atuação ruim, o Timão arrumou um resultado ótimo para dar tranquilidade nesta reconstrução.

E agora?

Com a vitória, o Corinthians vai a 14 pontos e segue tranquilo na liderança do Grupo A. Na próxima terça-feira, o Timão enfrenta a Ferroviária, às 20h, em Araraquara. Enquanto isso, o Guarani fica com cinco pontos, na terceira posição do Grupo D, e pega o São Paulo, na quarta-feira, às 21h30, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 0 X 1 CORINTHIANS

Local: Brinco de Ouro, Campinas (SP)
Data-Hora: 11/4/2021 - 20h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Leonardo Tadeu Pedro
VAR: José Claudio Rocha Filho
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Bruno Sávio, Rodrigo Andrade e Índio (GUA) Otero (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Cauê (27'/2ºT) (0-1)

GUARANI: Gabriel Mesquita; Éder Sciola, Romércio, Airton e Matheus Bidú; Índio (Tony, aos 29'/2ºT), Régis (Renanzinho, aos 25'/2ºT) e Rodrigo Andrade; Júlio César (Matheus Souza, aos 40'/2ºT), Andrigo (Rafael Costa, aos 40'/2ºT) e Bruno Sávio. Técnico: Allan Aal.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Jemerson e Fábio Santos; Gabriel, Ramiro (Cantillo, no intervalo) e Vitinho (Camacho, aos 35'/2ºT); Gustavo Mosquito (Léo Natel, aos 14'/2ºT), Rodrigo Varanda (Otero, aos 14'/2ºT) e Cauê (Jô, aos 36'/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.