Mercado abrirá em 8 h 31 min
  • BOVESPA

    101.016,96
    -242,79 (-0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.245,86
    -461,86 (-1,19%)
     
  • PETROLEO CRU

    38,68
    +0,12 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.910,70
    +5,00 (+0,26%)
     
  • BTC-USD

    13.099,62
    -9,16 (-0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,07
    -2,35 (-0,89%)
     
  • S&P500

    3.400,97
    -64,42 (-1,86%)
     
  • DOW JONES

    27.685,38
    -650,19 (-2,29%)
     
  • FTSE

    5.792,01
    -68,27 (-1,16%)
     
  • HANG SENG

    24.613,44
    -305,34 (-1,23%)
     
  • NIKKEI

    23.428,70
    -65,64 (-0,28%)
     
  • NASDAQ

    11.494,25
    +2,00 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6450
    +0,0045 (+0,07%)
     

Muito fácil e muito difícil: Corinthians 1 x 5 Flamengo

Mauro Beting
·2 minutos de leitura
Diego celebra gol do Flamengo contra o Corinthians no Brasileirão 2020. Foto: Daniel Vorley/AGIF
Diego celebra gol do Flamengo contra o Corinthians no Brasileirão 2020. Foto: Daniel Vorley/AGIF

O grande Pedrinho, brilhante comentarista como foi como jogador e é ainda mais como cidadão, disse na transmissão no Premiere com os não menos gigantescos Everaldo Marques e Maurício Noriega (que cabeças!) que o Flamengo faz tudo ficar muito fácil - e este Corinthians faz tudo ficar mais difícil.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Foi 5 a 1 na Neo Química Arena (com belissimo gramado que o Flamengo não tem tido no Maracanã, como bem destacou o VSR, parceiro de Esporte Interativo). E era a pior derrota corintiana em Itaquera até os 3 a 0 do BR-18 também para o Flamengo de Dorival Jr. E não podia ser pior o momento para encarar um Flamego em tarde deste Flamengo, ainda que esgarçado por dois jogos terça e quinta pelo Brasileirão. Mas com um futebol de primeira, e mesmo sem Arrascaeta, Gabriel Barbosa e Diego Alves, teve Vitinho bem marcando o segundo gol, o dos 2 a 0, em pancada de fora da área no recomeço do jogo. Teve Bruno Henrique marcando o quarto gol em jogada de treino. Teve Pedro marcando o primeiro anulado por uma saída de bola na origem da lateral. Teve Thiago Maia mais uma vez muito bem, como Gerson de novo bem mais atrás como intensamente brilhou em 2019. Teve Neneca fazendo grande defesas que redimem eventuais falhas, sobretudo da equipe em bolas paradas. Teve Everton Ribeiro mais uma vez flutuando em campo, usando bem a faixa central, abusando da Lei do Ex (marcando insólito gol de cabeça), e se aproveitando da bovina marcação corintiana. Ruim como havia sido na vitória milagrosa como Walter em Curitiba, péssima como vinha sendo com Coelho e Nunes, e perdida como está a situação alvinegra em campo.

Leia também:

O Flamengo é brilhante exceção - com o Galo de Sampaoli - em BR-20. Ainda não é aquele o time de Dome - e não será como o de JJ (o melhor time que vi neste século) . Mas tem enorme potencial pelo time, pelo banco, e até pelos moleques que nem reservas eram, e já estão muito bem, como Natan, Noga, Ramon e recursos ilimitados na Gávea.

Diferentemente do momento terrível corintiano. Tudo dá errado. Ou parece que é feito para dar errado. Não apenas pelos méritos inegáveis do Flamengo, como foi o golaço de Diego no final, mas também com o distanciamento social e futebolístico.

O Flamengo vai continuar em busca de mais um título. O Corinthians, de um norte. Ou ao menos honrar a história da Zona Leste.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos