Mercado abrirá em 1 h 16 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,08
    +0,79 (+1,12%)
     
  • OURO

    1.767,30
    +3,50 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    43.427,96
    -611,41 (-1,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.088,75
    -45,63 (-4,02%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.980,88
    +76,97 (+1,11%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.122,25
    +112,75 (+0,75%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Corinthians encerra diálogo com Fiel LGBT por falta de informações sobre o coletivo

·1 minuto de leitura


Na noite da última quinta-feira (29), o Corinthians, por meio de um comunicado oficial, afirmou não ser mais possível um diálogo com o coletivo Fiel LGBT. De acordo com o clube, o grupo não forneceu informações básicas para o prosseguimento das conversas.

Desde 1º de junho, a Fiel LGBT iniciou contato com o Timão para a instalação de uma faixa em alusão ao coletivo na Neo Química Arena, mas depois de 15 dias o grupo, através das suas redes sociais, comunicou que desistiu do projeto por falta de interesse do Alvinegro em realizar a ação.

>> Baixe o novo app de resultados do LANCE!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Contudo, ainda que o coletivo tenha informado a suspensão do diálogo com o Corinthians, o clube aponta, em nota, que no dia 24 de junho o grupo encaminhou um e-mail ao Timão na tentativa de retomar as conversas.

Segundo o comunicado corintiano (que poderá ser lido integralmente ao fim da matéria), foi solicitado o CNPJ da entidade, endereço para correspondência, texto do estatuto e membros da diretoria, já que a composição contou com mudanças em seus porta-vozes.

O Corinthians também criticou a postura do coletivo em, como consta na nota, ‘seguir acordos simples’, como se ‘esquecer’ e não se retratar com a Diretoria de Responsabilidade Social corintiana, departamento responsável por cuidar de ações como a proposta pelo grupo LBTQIA+.

Por fim, o Timão ainda critica a postura da Fiel LGBT de tomar decisões classificadas como ‘repentinas, midiáticas e unilaterais’.

Até o fechamento da matéria, o coletivo não se manifestou através das suas redes, meio no qual costuma emitir os seus comunicados oficiais.

Confira na íntegra a nota publicada pelo Corinthians:

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que recebeu por e-mail, no último dia 24 de julho, uma solicitação de reunião com o coletivo Fiel LGBT. Com esse pedido, o grupo reverte decisão que havia anunciado em suas redes sociais no dia 16 de junho, quando afirmou ter "desistido" de projetos com o Corinthians.

Essa "desistência" aconteceu 15 dias depois de o coletivo ter concordado plenamente com as orientações passadas pelo clube, a fim de que o diálogo ocorresse dentro de condições básicas de governança e segurança jurídica normalmente requeridas pelo clube e sempre atendidas pelos grupos organizados de torcedores.

Na ocasião, foram solicitados o CNPJ do grupo, o endereço para correspondência, o texto do estatuto e a lista de componentes de sua diretoria – na qual se notaram alterações nos últimos meses, com a entrada de novos porta-vozes. A concordância e o agradecimento ao clube podem ser lidos no comunicado publicado no Instagram do coletivo no dia 1º de junho, quando o grupo diz estar "seguindo as orientações e tomando as medidas necessárias".

Além dessa frequente mudança de postura, o mesmo coletivo já havia demonstrado, em 3 de maio, sua dificuldade de seguir acordos simples, ao se “esquecer” - sem jamais se retratar - de que o canal combinado com o clube para tratativas sobre o tema é a Diretoria de Responsabilidade Social.

Por se tratar de tema de interesse público, o Corinthians reitera a todos os nossos torcedores da comunidade LGBTQIAP+ seu compromisso de trabalhar por um futebol mais inclusivo. O clube, porém, não considera mais ser possível o diálogo com o coletivo em questão sem que essas informações básicas sejam prestadas, ainda mais quando as decisões do grupo se dão sempre de forma midiática, repentina e unilateral, acarretando exposição negativa e dano à marca do Corinthians".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos