Coreia do Sul: dívida externa de curto prazo tem redução

A dívida externa de curto prazo da Coreia do Sul caiu para US$ 126,7 bilhões no final de 2012. O número representa uma queda de US$ 10,7 bilhões em relação ao final de 2011, a maior baixa em termos absolutos desde a crise financeira asiática de 1998, informou hoje o Banco da Coreia (BoK, na sigla em inglês). O resultado foi devido, em grande parte, ao reembolso por parte dos bancos.

A dívida externa de curto prazo é o calcanhar de Aquiles do sistema financeiro sul-coreano, e o governo está disposto a mantê-la em um nível administrável. O crescimento dessa dívida foi um dos principais motivos para a rápida saída de capital estrangeiro que a Coreia enfrentou quando a crise financeira mundial começou há cinco anos.

Já a dívida de longo prazo aumentou acentuadamente, com a constante compra externa de títulos locais. Dados do banco central mostram que a dívida de longo prazo aumentou US$ 25,4 bilhões, para US$ 286,8 bilhões em 2012.

Com isso, o total de passivos externos da Coreia do Sul passou para US$ 413,4 bilhões no final de 2012. As informações são da Dow Jones.

Carregando...