Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.168,42
    +152,60 (+0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Coreia do Norte diz que há esperança por paz e cúpula com o Sul

·1 minuto de leitura

Por Heekyong Yang

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte está disposta a considerar outra cúpula entre-Coreias desde que o respeito mútuo entre os rivais seja assegurado, afirmou a agência de notícias estatal KCNA neste sábado, citando Kim Yo Jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong Un.

Os comentários acontecem apenas um dia depois de a Coreia do Norte pedir que Estados Unidos e Coreia do Sul abandonassem o que chamou de política hostil e dois pesos e duas medidas em relação a ela, para que discussões formais possam ser realizadas para encerrar a Guerra das Coreias entre 1950 e 1953.

A Guerra da Coreia terminou com um armistício, mas não com um tratado de paz, deixando forças da ONU lideradas pelos EUA tecnicamente ainda em guerra com a Coreia do Norte.

A questão de encerrar formalmente a guerra tem sido complicada pela busca da Coreia do Norte por armas nucleares.

“Acho que apenas quando a imparcialidade e a atitude de respeitar um ao outro forem mantidas pode haver uma compreensão tranquila entre o norte e o sul”, disse Kim Yo Jong.

Discussões construtivas oferecem a chance de soluções significativas e de sucesso para questões como “o restabelecimento de um escritório de relações norte-sul e a cúpula norte-sul, sem falar da oportuna declaração do término da guerra”, disse Kim.

Em discurso à Assembleia Geral da ONU na terça-feira, o presidente sul-coreano Moon Jae-in repetiu um apelo pelo fim formal da guerra, mas depois disse que o tempo estava acabando para conseguir um progresso desses antes do fim do seu mandato em maio.

(Por Heekyong Yang)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos