Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,72 (-0,84%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    36.419,05
    -3.437,35 (-8,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Coreia do Sul usará realidade virtual para definir se idoso pode dirigir

·3 min de leitura
Polícia sul-coreana quer licenças condicionais para motoristas idosos em 2025. (Foto: Getty Creative)
Polícia sul-coreana quer licenças condicionais para motoristas idosos em 2025. (Foto: Getty Creative)
  • Polícia sul-coreana quer licenças condicionais para motoristas idosos em 2025;

  • Teste para licenças condicionais pode ser feito à base de realidade virtual;

  • Como a realidade virtual será usada para testar idosos motoristas;

A Agência Nacional de Polícia da Coréia (KNPA) está pressionando pela implementação de licenças condicionais para motoristas idosos até 2025, de acordo com informações do Yonhap News relatadas pelo site The Next Web. A novidade é que o que detectará quem ficará com a licença será provas feitas por realidade virtual.

Leia também:

Ao contrário de outros países ao redor do mundo, a Coreia do Sul não tem leis rígidas em relação à carteira de motorista de idosos, a menos que o teste seja positivo para demência. Atualmente, duas medidas se aplicam: o período de renovação de três anos para maiores de 75 anos e a devolução voluntária da carteira de habilitação para maiores de 65 anos.

Como a realidade virtual será usada para testar idosos

Na segunda-feira, um projeto de pesquisa de três anos foi apresentado, que empregará tecnologia de realidade virtual para avaliar se os motoristas com 65 anos ou mais podem permanecer ao volante. O orçamento total do programa deve chegar a aproximadamente US$ 3 milhões (cerca de R$ 15 mi), segundo dados da Yonhap News apurados pelo The Next Web.

Essa ideia nasce das preocupações da polícia sul-coreana sobre o número de acidentes atribuídos a motoristas idosos, bem como o envelhecimento contínuo da população do país. De acordo com as estatísticas da polícia, o número de acidentes de trânsito causados ​​por motoristas com mais de 65 anos é 1,86 vezes maior do que na faixa dos 30 anos.

Além disso, o número de mortes induzidas causadas pelo grupo de idosos é de 2,75 - o maior entre todos os grupos de idade. Como a população sul-coreana está mudando rapidamente com o envelhecimento da pirâmide demográfica, o número de idosos com carteira de motorista aumentou 300% (de 1 milhão para 3 milhões) entre 2008 e 2018.

Os pesquisadores que participam do programa estão enfatizando as questões relacionadas à segurança, destacando que a visão se deteriora com a idade, principalmente em ambientes onde não há luz suficiente, como durante a condução noturna, por exemplo. O teste de realidade virtual avaliará as habilidades de direção, cognitivas e de memória usando um fone de ouvido, próximo a como a tecnologia de realidade virtual é usada em clínicas de demência para verificar as funções cerebrais de pessoas mais velhas.

Embora os detalhes ainda não tenham sido divulgados, uma pesquisa acadêmica semelhante realizada por cientistas independentes da Coreia do Sul fez um experimento, testando a avaliação do desempenho da direção de pessoas com base na tecnologia de realidade virtual que deve ser usada nos próximos meses no país.

Os pesquisadores realizaram experimentos de simulador de direção para medir vários comportamentos de direção em muitas condições de direção diferentes, a fim de examinar a acuidade visual dos participantes, entre mais jovens e mais velhos, e entre homens e mulheres, com dois cenários entre direção diurna e noturna em rodovias, embora a pesquisa tenha concluído que apesar dos testes de acuidade visual serem úteis, ressaltou na conclusão que "dirigir em cenários virtuais é diferente de estradas reais".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos