Mercado fechará em 5 h 6 min
  • BOVESPA

    116.515,86
    +285,74 (+0,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.592,41
    -454,17 (-0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,22
    +0,70 (+0,81%)
     
  • OURO

    1.717,70
    -12,80 (-0,74%)
     
  • BTC-USD

    19.888,59
    -230,97 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    450,41
    -8,00 (-1,75%)
     
  • S&P500

    3.731,12
    -59,81 (-1,58%)
     
  • DOW JONES

    29.943,78
    -372,54 (-1,23%)
     
  • FTSE

    7.019,38
    -67,08 (-0,95%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.402,50
    -238,25 (-2,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1556
    -0,0123 (-0,24%)
     

Copel tem prejuízo de R$522,4 mi no 2ºtri com impacto de devolução de créditos tributários

Torres de linha de transmissão de energia

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica Copel registrou um prejuízo líquido de 522,37 milhões de reais no segundo trimestre de 2022, revertendo o lucro de 1,0 bilhão de reais reportado no mesmo período do ano passado, segundo balanço publicado na terça-feira à noite.

A estatal paranaense explicou que a piora dos resultados decorre dos efeitos da Lei 14.385/2022, que estabeleceu a obrigatoriedade da devolução, aos consumidores de energia, de créditos tributários de PIS e Cofins.

A provisão realizada pela Copel para destinação desses créditos teve efeito líquido de 1,2 bilhão de reais no lucro líquido trimestral.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) atingiu 709,40 milhões de reais, queda de 53,1% frente ao segundo trimestre de 2021. Segundo a companhia, a provisão teve impacto de 811 milhões de reais no indicador.

A receita operacional líquida da Copel somou 5,26 bilhões de reais, redução de 3,1% no comparativo anual.

(Por Letícia Fucuchima)