Mercado abrirá em 2 h 57 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,67
    +0,66 (+0,92%)
     
  • OURO

    1.793,70
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    16.838,75
    +39,79 (+0,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,56
    -6,48 (-1,61%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.488,81
    -0,38 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.527,50
    +18,00 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

Cook, do Fed, apoia altas "preventivas" dos juros contra inflação "teimosamente" alta

Lisa Cook, diretora do Fed

Por Howard Schneider e Ann Saphir

WASHINGTON (Reuters) - A inflação nos Estados Unidos continua "teimosa e inaceitavelmente alta", o que exige aumentos contínuos da taxa de juros para garantir que a alta dos preços comece a desacelerar, disse a diretora do Fed Lisa Cook em suas primeiras declarações públicas sobre política monetária desde que ingressou no conselho do banco central.

"A inflação permanece teimosa e inaceitavelmente alta, e os dados dos últimos meses mostram que as pressões inflacionárias continuam disseminadas", afirmou Cook. Ela disse que as recentes melhorias nas vagas de emprego disponíveis, aluguel e alguns outros dados não foram suficientes para concluir que o Fed havia chegado ao fim da luta contra o aumento dos preços.

"Há razões para esperar que o núcleo da inflação de bens diminua nos próximos meses" e que as cadeias de suprimentos continuem a melhorar, disse ela em comentários preparados para o Instituto Peterson de Economia Internacional.

Ainda assim, "a natureza disseminada das pressões inflacionárias sugere que a economia geral está muito apertada", disse ela.

A "abordagem preventiva do Fed é apropriada. Embora a redução da inflação traga alguma dor, uma falha em restaurar a estabilidade de preços tornaria muito mais difícil e muito mais doloroso restaurá-la no futuro", disse Cook. "Na situação atual, com os riscos para as previsões de inflação inclinados para cima, acredito que os julgamentos de política monetária devem ser baseados em se e quando veremos a inflação realmente em queda nos dados, e não apenas nas previsões."